TCC29009-Engtelecom(Diário) - Prof. Marcos Moecke

De MediaWiki do Campus São José
Ir para: navegação, pesquisa

MURAL DE AVISOS E OPORTUNIDADES DA ÁREA DE TELECOMUNICAÇÕES


Dados Gerais

  • Local: Laboratório de CAD2
  • Horário dos encontros: todas terça-feira as 7h30.
  • Atividades: ver plataforma Moodle

Registro on-line das aulas

Unidade 1 - Estrutura do TCC

Unidade 1 - Estrutura do TCC
Encontro 1 (6 abr.)
Encontro 2 (13 abr.)

PartesTCC.jpg

Encontro 3 (20 abr.)
  • Tempo livre para os alunos ir em busca dos orientadores. Ler temas propostos. Assistir Vídeos explicativos
  • Orientação para o trabalho
  • Ler a introdução do TCC escolhido e identificar:
qual é a justificativa para trabalho (motivação);
qual é o problema que está sendo tratado;
qual é o objetivo geral;
quais são os objetivos específicos.
  • Ler a conclusão do TCC escolhido se responde as questões:
a pesquisa resolve o problema, amplia a compreensão, mostra novas relações ou mesmo descobre outros problemas em relação ao originalmente escolhido?
a hipótese, ao final, foi confirmada ou refutada pela pesquisa?
os objetivos geral e específicos previamente definidos foram alcançados?
a metodologia de trabalho escolhida foi suficiente para a consecução de seus propósitos? houve necessidade, ao longo da pesquisa, de adotar outras técnicas ou procedimentos para lidar com situações não previstas?
Faz uma rápida retomada dos capítulos que compõem o trabalho e uma espécie de autocrítica, fazendo um balanço a respeito dos resultados obtidos pela pesquisa?
Tem recomendações e/ou sugestões para trabalhos futuros?
  • Realização das atividades programadas no Moodle.
  • A1 - Quanto você conhece a atividade TCC
  • Palavras-cruzadas
  • Sopa de Letras de TCC
  • A2a - Análise da estrutura de um TCC
  • A2b - Análise da Introdução e Conclusão de um TCC

Unidade 2 - Delimitação de temas de pesquisa

Unidade 2 - Delimitação de temas de pesquisa
Encontro 4 (27 abr.)

OBS: Cada aluno deverá criar um documento com os 3 tópicos (título, introdução, conclusão) e compartilhá-lo com o colega revisor. O papel do revisor é fazer a leitura do documento e verificar se o título, introdução e conclusão estão escritos na forma verbal correta e de forma clara.

Unidade 3 - Pesquisas bibliográficas

Unidade 3 - Pesquisas bibliográficas
Encontro 5 (4 mai.)
Pesquisas bibliográficas em mecanismos de busca e bases bibliográficas:
  • Nas buscas abaixo, utilizar as palavras chave: 1) audio fingerprint AND wavelet 2) ptp protocol
  • Para encontrar referencia completas que podem ser a base inicial de uma pesquisa bibliográfica experimente incluir: survey
  • Se quiser excluir algumas referências que certamente não são de interesse use: -palavra1 -palavra2 ou NOT palavra1 NOT palavra2
Usar: (audio fingerprint) and wavelet
BuscaCAPES TCC1.png
Para obter o Bibtex de algum dos artigos selecionados, clique em [Detalhes > Enviar para > Export Bibtex]
Quick search: audio fingerprint e Controlled vocabulary: wavelet
BuscaCompendex TCC1.png
Para obter o Bibtex selecione um ou mais artigos, clique em [Download this record > Format: Bibtex > Download record(s)]
BuscaIEEExplore TCC1.png
Para obter o Bibtex selecione um ou mais artigos, clique em [Export > Format: Bibtex > Export]
BuscaGoogleScholar TCC1.png
Para obter o Bibtex clique em [" > Bibtex].
  • Seguem alguns exemplos de dados BibTeX:
@Book{lathi2005linear,
 author = {Lathi, B. P.},
 title = {Linear systems and signals},
 publisher = {Oxford University Press},
 year = {2005},
 address = {New York},
 isbn = {978-0195158335}
 }

@article{LeoponrajS.2018Amta,
 issn = {2314-8535},
 journal = {Beni-Suef University Journal of Basic and Applied Sciences},
 publisher = {Elsevier B.V.},
 year = {2018},
 title = {A method to attain power optimality and efficiency in solar panel},
 language = {eng},
 author = {Leoponraj, S. and Rajvikram, M.},
 keywords = {Optical Loss ; Thermal Loss ; Aluminum Oxide ; Tantalum Pentoxide ; Phase Changing Material ; Solar Panel},
}
Encontro 6 (11 mai) - Uso do Mendeley para gerenciar as bibliografias
  • Na aula de hoje iremos mostrar algumas das inúmeras funcionalidades do Mendeley. O ideal é que você já tenha feito os passos de 1 a 2 abaixo.
  • Para utilizar de forma produtiva o Mendeley, é recomendado que se faça:
  1. O download do Mendeley Desktop para o seu computador;
  2. Instalar no browser o plugin Web Importer;
  3. Criar uma conta no Mendeley (é grátis para qualquer usuário), mas o ideal é ingressar usando a instituição (IFSC) e sua conta no IFSC.
  4. Se desejar utilizar o MS-Word ou LibreOffice, baixe o Mendeley Cite
  5. Se desejar usar o seu mobile (smartphone ou tablet), baixe o App Google Play ou Apple Store

A seguir algumas funcionalidades do conjunto de softwares [1].

  • Simplifica a citação de referencias enquanto escreve: gera citações e referencias de um grande conjunto de estilos de revistas. Existem plugins para MS-Word, LibreOffice e também exportação de BibTeX para trabalhar no LaTeX ou Overleaf;
  • É possível anotar nos artigos de sua biblioteca: funciona em qualquer dispositivo e pode ser compartilhado com seus colaboradores (orientadores e equipe de projeto ou artigo);
  • Torna simples a importação de referências: pode importar diretamente a partir dos arquivos em pdf, ou a partir da página web. Grande parte dos dados como autor, título e editor são importados direto, podendo ser corrigidos posteriormente.
  • Acesso ao biblioteca em qualquer lugar: usando o cliente desktop, junto com o app para mobile e a página web do Mendeley na cloud, você pode acessar sempre seus artigos. É importante sempre sincronizar os diferentes dispositivos com a cloud.
  • Descobrir referencias duplicadas:
  • Disponibiliza um grande conjunto de referencias de diferentes temas: consulte o Mendeley Data
  • Integração com o Overleaf pode ser feita através dos arquivos com BibTex. Mas quem estiver disposto a ter uma conta premium, tem outras facilidades [https://pt.overleaf.com/blog/348-new-manage-shared-references-with-mendeley-groups
Como criar referencias em BIBTEX?

As referências podem ser entradas manualmente usando o Mendeley como interface de entrada. No entanto para a maioria das referencias é possível geral o BibTeX diretamente a partir do DOI, ISBN, etc usando o site https://www.bibtex.com/converters/. Alguns exemplos:

OBS:

  • Infelizmente a maioria dos livros em português não estão disponíveis para conversão no site.
  • Outro problema que é comum, é encontrar um erro no ISBN cadastrado e o divulgado. Para os livros com ISBN do Brasil (85 ou 65) é possível obter o correto na Agência Brasileira do ISBN
Exemplo de erro:
Consultando o Livro de Lathi, B. SINAIS E SISTEMAS LINEARES, ele tem apenas o ISBN-10: 85-60031-13-8
Consultando Lathi na Amazon, obtemos ISBN-13 ‏ : ‎ 978-8560031139
Consultando Lathi na CBL, optemos ISBN-13 : 9788577803910 (Origem: Biblioteca Nacional)
Apenas o segundo ISBN resulta em consulta válida no www.bibtex.com, mas o BibTeX é incompleto
@BOOK{Lathi2010-bz,
 title  = "Sinais e sistemas lineares",
 author = "Lathi, B",
 year   =  2010
} 


Como citar as referências no texto?

Uma vez que você tenha organizado a lista de referencias em BIBTEX (que é um processo contínuo), é necessário definir a forma de citação dessa referência no texto. Sugere-se utilizar o padrão ABNT de citação.

A primeiro passo é incluir os pacotes

% Pacotes de citações
\usepackage[brazilian,hyperpageref]{backref}	 % Paginas com as citações na bibl
\usepackage[alf]{abntex2cite}	                 % Citações padrão ABNT

Para fazer citações pode ser utilizado o comando \citeonline. Por exemplo:

Segundo \citeonline[p.~55]{lathi2005linear} os sistemas de comunicação ...

Outra opção é fazer citações no final da frase ou parágrafo, utilizado o comando \cite. Por exemplo:

Os sistemas de comunicação ...  \cite[p.~55]{lathi2005linear}.

Para que as referências citadas apareçam no fim do documento é necessário incluir um comando para gerar essaa listagem das referências.

\bibliography{referencias}

Se for esquecido este comando, as citações no texto aparecerão com (??), indicando o erro.

Encontro 7 (18 mai.)
  • Leitura do Regulamento do TCC
  • Objetivos, importância e diferenciação entre:
  • Carta de aceite de orientação
  • Resumo Expandido
  • Projeto do TCC
  • Monografia final do TCC
Encontro 08 (25 mai.)
"Tanto as patentes já concedidas, quanto os pedidos de patente que ainda aguardam exame, contêm informação tecnológica que pode ser útil para inventores, empresários e instituições de pesquisa. Estes documentos, nacionais e estrangeiros, são disponibilizados em bases de patentes que podem ser acessadas pela internet. A busca nessas bases é muito importante na fase inicial de desenvolvimento de um produto e/ou processo, para evitar gastos desnecessários de tempo e recursos. Os resultados podem revelar que uma invenção não é nova, como também a existência de outras soluções técnicas."
  • Exemplos buscar:
  • Ler World Intellectual Property Indicators 2020
  • Ler GLOBAL INNOVATION INDEX 2020
  • Ver World Intellectual Property Indicators
  • perguntas frequentes sobre patentes [6].
  • Realizar uma busca de patentes relacionadas ao tema de TCC e usando palavras chaves na busca. Busca de Patentes (ver prazos no Moodle)
  • Para diferenciar uma patente que foi concedida (GRANTED) de um registro de patente (APPLICATION), é necessário observar com atenção a primeira folha do documento. Como ela pode estar em qualquer idioma, a melhor forma de verificar é observando o código A?, B? ou C? e também o campo de data (43) APPLICATION ou (45) GRANTED. Veja abaixo dois exemplos:
  • Registro de Patente (APPLICATION) [7]. Note que tem o código A1, também tem o campo (43) Data de Publicação.
ApplicationPatentExample.png
  • Patente que foi concedida (GRANTED) [8]. Note que tem o código B2, e tem o campo (45) Data da Patente.
GrantedPatentExample.png
Encontro 10 e 11 (1 e 8 jun.)
  • Trabalho individual no projeto de TCC, pesquisas bibliográficas e de patentes (Trabalho individual, professor disponível para dúvidas na sala do Meet)
A6 - Comparação do Resultado de Pesquisa de Artigos em Bases
A7 - Busca de patentes

Unidade 4 - Preparação do pré-projeto

Unidade 4 - Preparação do pré-projeto
Encontro 12 e 13 (15 e 22 jun)
  • Dicas de LaTeX
Como dividir o documentos em tópicos?

Veja a página de ajuda do Overleaf: Sections and chapters

Como inserir o sumário de tópicos do documentos?

O comando para inserir o sumário é:

\tableofcontents

Note que ao usar um * após a classe do tópico este não irá constar no sumário.

\section*{Nome da Seção}

Se quiser remover a numeração de algum tópico mas manter ele no sumário é necessário utilizar o comando:

\addcontentsline{toc}{section}{Nome da Seção}
\section*{Nome da Seção}

FONTE: Sections and chapters

Como indentar a primeira linha dos parágrafos?

A indentação é o espaço entre a margem e o início da frase do parágrafo. Para indentar todos os parágrafos de um documento use o comando:

\parindent 1.00cm
\parindent 40 pt

ou

\setlength{\parindent}{1.00cm}

O valor default é de 15 pt

Neste caso se não quiser indentar manualmente um paragrafo use:

\noindent

Se quiser que não haja indentação nos parágrafos use:

\parindent 0.00cm

Neste caso se quiser indentar manualmente um paragrafo use:

\indent

Se desejar utilizar um espaço maior entre todos os parágrafos do documento, defina o espaçamento com:

\setlength{\parskip}{0.2 cm} 

O valor default é de 0

FONTE: https://mirror.hmc.edu/ctan/macros/latex/contrib/abntex2/doc/abntex2.pdf

Como controlar o tipo de fonte das letras?

Por default, a fonte da classe serif (roman) é usada. Se quiser trocar de tipo em algum contexto basta mudar usando comandos específicos em textos selecionados.

\texttt{A command is used to change the style of a sentence}

Se desejar mudar todo o documento, use um dos comandos abaixo antes do comando \begin{document}. Preferencialmente coloque o comando no arquivo .sty

\renewcommand{\familydefault}{\rmdefault} % serif (roman) 
\renewcommand{\familydefault}{\sfdefault} % sans serif	
\renewcommand{\familydefault}{\ttdefault} % typewriter (monospace)

Esses comandos podem também ser inseridos no meio do documento para mudar o estilo durante o documento, mas isso não é recomendado:

Se nenhum desses tipos de fonte te satisfazem, pode ainda mudar todo o documento para a fonte Helvítica(similar a Arial)

\usepackage[scaled]{helvet}
\renewcommand*\familydefault{\sfdefault}
Como controlar o tipo e tamanho da fonte das letras?

Basicamente e necessário definir o tamanho da fonte a nível de documento. As classes padrão "article", "report" e "book" suportam 3 tamanhos de fontes 10pt, 11pt, 12pt (o default é 10pt). Se quiser modificar basta indicar o argumento opcional:

\documentclass[12pt]{article} 

Se em algum texto, tabela ou nota de rodapé, você desejar mudar o tamanho o ideal é utilizar um dos comandos modificadores, que atuam do contexto de um ambiente.

\Huge, \huge, \LARGE, \Large, \large, \normalsize (default), \small, \footnotesize, \scriptsize, \tiny
{\Huge Engenharia de Telecomunicações}
{\tiny Engenharia de Telecomunicações}

Se desejar colocar uma parte do texto em Negrito, Itálico ou Sublinhado, deve ser utilizados os comandos correspondentes:

\textbf{texto em negrito} 
\textit{texto em itálico}
\underline{texto sublinhado} 

Outra possibilidade é selecionar o texto e teclar os atalhos [CRTL]+b para Negrito, [CRTL]+i para Itálico.

Para mais possibilidades consulte o material disponível no wikibook LaTeX Fonts, e o help do Overleaf Bold, italics and underlining.

Como gerar entradas BIBTEX para as referencias?

Uma das formas possíveis de gerar as referencias e citações em uma documento no LaTeX é através do uso de arquivos com as referencias todos formatadas em bibtex. Uma breve listagem do tipos de formatos BibTeX pode ser encontrada neste link.

Para a geração automática dessas referencias, recomendamos utilizar o site Google Acadêmico para artigos e livros. Uma vez encontrado o artigo, clique no ícone " correspondente a [citar] e em seguida em BibTeX. Copie o texto para seu arquivo .bib e faça a citação do mesmo no texto usando o comando \cite.

Por exemplo, ao procurar pelo artigo A generalization of the relativistic theory of gravitation de Albert Einstein, serão mostrados dois artigos. O BibTeX do segundo pode ser obtido conforme descrito acima.

@article{einstein1946generalization,
  title={A generalization of the relativistic theory of gravitation, II},
  author={Einstein, Albert and Straus, Ernst G},
  journal={Annals of Mathematics},
  pages={731--741},
  year={1946},
  publisher={JSTOR}
}

Resultando no padrão ABNT em:

EINSTEIN, Albert; STRAUS, Ernst G. A generalization of the relativistic theory of gravitation,ii.Annals of Mathematics, JSTOR, p. 731–741, 1946.

Por exemplo, ao procurar o livro Linear systems and signals, do autor Bhagwandas Pannalal Lathi, é possível obter o BibTeX da mesma forma.

@book{lathi2005linear,
  title={Linear systems and signals},
  author={Lathi, Bhagwandas Pannalal and others},
  volume={2},
  year={2005},
  publisher={Oxford University Press New York:}
}

Resultando no padrão ABNT em:

LATHI, Bhagwandas Pannalal et al.Linear systems and signals. [S.l.]: Oxford UniversityPress New York:, 2005.

No caso de algumas referência é necessário preencher os dados BIBTEX. Por exemplo para tese de doutorado:

@phdthesis{moecke2012,
  author       = {Moecke, Marcos}, 
  title        = {Codificação de vídeo: priorização do menor custo de codificação na otimização em taxa-distorção},
  school       = {Universidade Federal de Santa Catarina},
  year         = 2012,
  address      = {Florianópolis, SC},
  month        = 10,
  url		= {http://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/93061}
}

Resultando no padrão ABNT em:

MOECKE, Marcos. Codificação de vídeo: priorização do menor custo decodificação na otimização em taxa-distorção. 10 2012. Tese (Doutorado) — Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC. Disponível em:<http://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/93061>.

O mesmo vale para artigos de internet online:

@misc{APISonline2019,
    author    = {EPAGRI},
    title     = {APIS ON-LINE},
    year  = 2019,
    url   = {http://ciram.epagri.sc.gov.br/apicultura/apresentacao.html},
    Urlaccessdate   = {21 ago 2019},
}

Resultando no padrão ABNT em:

EPAGRI.APIS ON-LINE. 2019. Disponível em: <http://ciram.epagri.sc.gov.br/apicultura/apresentacao.html>. Acesso em: 21 ago 2019.

Outras dicas
  • Ao consultar o site de Periodicos da CAPES também é possível obter o BibTeX clicando em [Exibir Online > Enviar para > Export BibTeX]
  • No IEEE Xplore ao selecionar um artigo também é possível obter o BibTeX clicando em [Download Citation > BibTeX]
  • No Compendex - Engineering Village é possível obter o BibTeX clicando em [Details > Download this record > BibTeX]

Em muitos sites ao obter o BibTeX, serão obtidos campos que não são necessários. Se desejar remova aqueles que não são obrigatórios (copyright, abstract, address, key, keywords, note, url)

Para conseguir obter o BibTeX a partir do ISBN, use:

Para conseguir obter o BIBTEX a partir do DOI, use:

Como citar as referências no texto?

Uma vez que você tenha organizado a lista de referencias em BIBTEX (que é um processo contínuo), é necessário definir a forma de citação dessa referência no texto. Sugere-se utilizar o padrão ABNT de citação.

A primeiro passo é incluir os pacotes

% Pacotes de citações
\usepackage[brazilian,hyperpageref]{backref}	 % Paginas com as citações na bibl
\usepackage[alf]{abntex2cite}	                 % Citações padrão ABNT

Para fazer citações pode ser utilizado o comando \citeonline. Por exemplo:

Segundo \citeonline[p.~55]{lathi2005linear} os sistemas de comunicação ...

Outra opção é fazer citações no final da frase ou parágrafo, utilizado o comando \cite. Por exemplo:

Os sistemas de comunicação ...  \cite[p.~55]{lathi2005linear}.

Para que as referências citadas apareçam no fim do documento é necessário incluir um comando para gerar essaa listagem das referências.

\bibliography{referencias}

Se for esquecido este comando, as citações no texto aparecerão com (??), indicando o erro.

Como gerar tabelas de forma simples?

A forma mais simples de gerar tabelas no formato LaTeX é utilizando um gerador automático de tabelas. Por exemplo utilize o Table Generator. Crie ou cole sua tabela gerada em alguma planilha nesta interface web, e depois clique em [Generate] e cole o código gerado no seu arquivo .tex. Verifique nos comentários iniciais se é necessário incluir algum pacote no seu arquivo principal.

Como formatar uma tabela

Segundo a norma do IBGE, as tabelas devem seguir alguns requisitos básicos:

  • A estruturação dos dados numéricos e dos termos necessários à compreensão de uma tabela deve ser feita com, no mínimo, três traços horizontais paralelos. O primeiro para separar o topo. O segundo para separar o espaço do cabeçalho. O terceiro para separar o rodapé.
  • Quando, em uma tabela, houver necessidade de se destacar parte do cabeçalho ou parte dos dados numéricos, estes devem ser estruturados com um ou mais traços verticais paralelos adicionais.
  • A moldura de uma tabela não deve ter traços verticais que a delimitem à esquerda e à direita.
  • Uma tabela deve ter unidade de medida, inscrita no espaço do cabeçalho ou nas colunas indicadoras, sempre que houver necessidade de se indicar, complementarmente ao título, a expressão quantitativa ou metrológica dos dados numéricos.
  • Toda tabela deve ter dados numéricos, inscritos nas células, para informar a quantificação de um fato específico observado.
  • Toda tabela deve ter fonte, inscrita a partir da primeira linha do seu rodapé, para identificar o responsável (pessoa física ou jurídica) ou responsáveis pelos dados numéricos.
  • A identificação do responsável ou responsáveis pelos dados numéricos deve ser feita com palavras e precedida da palavra Fonte ou Fontes.
  • Recomenda-se que as tabelas de uma publicação apresentem uniformidade gráfica como, por exemplo, nos corpos e tipos de letras e números, no uso de maiúsculas e minúsculas e nos sinais gráficos utilizados.

FONTE: IBGE. Normas de apresentação tabular, 3.ed, Rio de Janeiro, 1993.
Como fixar o tamanho da tabela

Se a tabela for maior (ou menor) que o tamanho da coluna do documento é possível fixar o tamanho total da tabela usando o comando \resizebox. Note no entanto que o tamanho das letras usadas na tabela passam a ser ajustadas proporcionalmente a mudança de escala, produzindo na maior parte das vezes foram do padrão dificultando a leitura.

\resizebox{16cm}{!} {
\begin{tabular}
...
\end{tabular}
}

Uma forma mais adequada de definir diretamente o tamanho de cada colunas da tabela. Se todas elas são alinhadas a esquerda, podem ser usados os argumentos do comando \tabular. O alinhamento horizontal e vertical é indicado por: p{'width'} para texto alinhado a esquerda e topo, m{'width'} para texto alinhado a esquerda e meio e b{'width'} para texto alinhado a esquerda e embaixo. A alinhamento no meio e embaixo requerem o pacote array.

\usepackage{array}

Exemplo de uso para uma tabela com 3 colunas.

\begin{tabular}{p{2.8cm} p{7cm} p{2cm}}
...
\end{tabular}

Se essa solução não atender a necessidade, ainda é possível definir o tamanho de cada coluna da tabela mantendo as 3 opções de alinhamento horizontal, através da criação de novos comandos L, C e R:

\usepackage{array}
\newcolumntype{L}[1]{>{\raggedright\let\newline\\\arraybackslash\hspace{0pt}}m{#1}}
\newcolumntype{C}[1]{>{\centering\let\newline\\\arraybackslash\hspace{0pt}}m{#1}}
\newcolumntype{R}[1]{>{\raggedleft\let\newline\\\arraybackslash\hspace{0pt}}m{#1}}

Exemplo de uso para uma tabela com 3 colunas.

 \begin{tabular}{L{2.8cm} C{7cm} c R{2cm}}
 ...
 \end{tabular}
Como usar notas de rodapé em tabelas

Para usar notas de rodapé dentro de tabelas, pode-se utilizar o comando \footnote da mesma forma como em qualquer outro texto. Apenas é necessário usar o pacote \usepackage{footnote} e incluir o comando \makesavenoteenv{table} no preambulo do documento:

<syntaxhighlight|lang=latex> % Please add the following required packages to your document preamble: %\usepackage{footnote} %\makesavenoteenv{table}

\begin{table}[!hb] \centering \caption{Tabela com notas de rodapé} \label{my-label1} \begin{tabular}{l l l l} \toprule Coluna 1 & Coluna 2 \footnote{nota de tabela da coluna 2. Note que o número da nota é automática.} & Coluna 3 & Coluna 4 \footnote{nota de tabela da coluna 4.} \\ \midrule Dados 1 & Dados 2 & Dados 3\footnote{outra nota.} & Dados 4 \\ Dados 1 & Dados 2 & Dados 3 & Dados 4 \\ \bottomrule \end{tabular}% \end{table} </syntaxhighlight>

LatexTableFootnotes.png


Se desejar que as notas sejam posicionadas logo após a tabela, é necessário indicar no preambulo o uso do package \usepackege{threeparttable}. Primeiro é necessário descrever as colunas da tabela no ambiente \begin{threeparttable} ... \end{threeparttable}, usando o comando \tnote{um_simbolo_qualquer}. Em seguida descrever as notas de tabela no ambiente \begin{tablenotes} ... \end{tablenotes}, usando um comando \item para cada nota. Note que a relação entre os itens é estabelecida manualmente, e quaisquer símbolos podem ser utilizados, e inclusive repetidos.

% Please add the following required packages to your document preamble:
%\usepackege{threeparttable}
\begin{table}[ht]
\centering
\begin{threeparttable}
\caption{Tabela com notas de tabela}
\label{my-label1}
\begin{tabular}{l l l l}
\toprule
Coluna 1 & Coluna 2 \tnote{1} & Coluna 3 & Coluna 4 \tnote{2} \\
\midrule
Dados 1 & Dados 2 & Dados 3\tnote{a} & Dados 4 \\
Dados 1 & Dados 2 & Dados 3 & Dados 4 \\
\bottomrule
\end{tabular}%
\begin{tablenotes}
\item [1] nota de tabela da coluna 2.  Note que o número do tnote é relacionado com esta nota de forma manual.
\item [2] nota de tabela da coluna 4.
\item [a] outra nota.
\end{tablenotes}
\end{threeparttable}
\end{table}
LatexTableNotes.png
Como inserir figuras?

Veja a página de ajuda do Overleaf: Inserting Images

Como gerar formulas?

Uma das formas mais simples de gerar fórmulas no formato LaTeX é utilizando um gerador de fórmulas. Por exemplo utilize o EqnEditor e cole o código no seu arquivo .tex. Ou se quiser dentro de uma /equation.

\begin{equation} \label{eq1}
% cole o código aqui
\end{equation}
A equação \ref{eq1} foi gerada no gerador de fórmulas.

Para entender o funcionamento do módulo de formulas matemáticas consulte as páginas de help do Overleaf.

Como fazer referências cruzadas para seções, figuras, tabelas, equações?

Para fazer referências cruzadas é necessário para cada figura, tabela, equação e seção do documento, anotar um label como o comando \label{nome1} que será utilizado na referência.

No texto onde será feita a referência, podem ser utilizados 3 modos.

\ref{fig:nome1}
\pageref{eq:1}
\autoref{sec:nome1}

Para facilitar a organização das referencias e labels, é recomendado utilizar um prefixo para identificar os diferentes tipos de referência. Assim sugerimos utilizar

\label{sec:nome} para os tópicos em que o documento é estruturado capítulos, seções, subseções.
\label{fig:nome} para as figuras
\label{tab:nome} para as tabelas e quadros
\label{eq:nome} para as equações

Ver [https://en.wikibooks.org/wiki/LaTeX/Labels_and_Cross-referencing

Para utilizar o comando \autoref, é necessário incluir o pacote \usepackage{hyperref} e corrigir os nomes utilizados incluindo no preambulo do documento as novas definições:

\usepackage{hyperref}
\def\chapterautorefname{capítulo}
\def\sectionautorefname{seção}
\def\subsectionautorefname{subseção}
\def\subsubsectionautorefname{subsubseção}
\def\figureautorefname{figura}
\def\tableautorefname{tabela}
\def\equationautorefname{equação}
Como dividir um documento em vários arquivos em LaTeX?
\documentclass{article}
\usepackage[utf8]{inputenc}

\title{Sub_docs}
\author{Marcos Moecke}
\date{May 2019}

\begin{document}
\tableofcontents
\include{capitulo1}
\include{capitulo2}
\include{capitulo3}
\include{capitulo4}
\bibliography{referencias}
\end{document}

Cada um dos arquivos capitulo1.tex ... pode ser editado separadamente, mas precisam ao final ser agrupados no único projeto. Isso facilita tanto o trabalho em equipe como a melhor organização do documento.

  • Nota: \include{filename} sempre começa com uma quebra de pagina, devendo ser usado para incluir capítulos inteiros. Para seções de texto deve ser usado \input{filename} que não começa com quebra de pagina.
Como fazer a citação da fonte de figuras e tabelas um documento em LaTeX?

Para uniformizar as fontes de figuras e tabelas, a forma mais simples é criar um comando (\newcommand) para fazer a citação. No exemplo a seguir são primeiro criados dois comando \fonte para citar outras publicações e \fonteproprioautor para mencionar que é do próprio autor. Note também que o título da figura deve aparecer antes da figura conforme mostrado no exemplo a seguir:

\documentclass{article}
\usepackage[utf8]{inputenc}

\title{Figuras e Tabelas}
\author{Marcos Moecke}
\date{June 2020}

\newcommand{\fonteproprioautor}{
    \vspace{-1ex}
    \small
    \center{Fonte: Elaborada pelo autor.}}
\newcommand{\fonte}[1]{
    \vspace{-1ex}
    \small
    \center{Fonte: #1.}}

\RequirePackage{graphicx}

\begin{document}
\section{Uso de figuras e tabelas}

Neste exemplo é mostrado como citar autoria de figuras e tabelas.  Use o comando  \verb|\fonte{Indicar a referência}| se for a fonte for de um outro autor ou \verb|\fonteproprioautor| se você foi o autor. 

Note que o \textbf{caption} das figuras \ref{fig:lion1} e \ref{fig:lion2} e das tabelas deve vir antes e a citação da fonte é após a imagem ou tabela.

\begin{figure}[!ht]
	\centering
	\caption{Título da figura obtida de outra publicação}
    \includegraphics[scale=0.70]{figs/lion.pdf}
    \fonte{Indicar a referência}
	\label{fig:lion1}
\end{figure}

\begin{figure}[!ht]
	\centering
	\caption{Título da figura feita pelo autor}
    \includegraphics[scale=1.00]{figs/lion.pdf}
    \fonteproprioautor
	\label{fig:lion2}
\end{figure}
\end{document}

O resultado após a compilação do código LaTeX acima é mostrado no arquivo Exemplo do figuras e tabelas (pdf).

Dúvidas de alunos de semestres anteriores
Como usar acrônimos em LaTeX?
\documentclass{article}
\usepackage[utf8]{inputenc}

\title{Acrônimos}
\author{Marcos Moecke}
\date{Maio 2019}

\usepackage{bm}
\usepackage{hyperref}
% http://ctan.org/pkg/acronym
% Use nolist se não quiser incluir a lista de acrônimos
%\usepackage[nolist]{acronym}% 

% Ou use printonlyused para listar apenas os utilizados.
%\usepackage[printonlyused]{acronym}

% Ou ainda sem opção nenhuma para listar todos os acrônimos definidos.
\usepackage[]{acronym}
\makeglossary

\begin{document}
\maketitle
\section{Texto de Teste}
O uso de acrônimos em documentos com muitas abreviações é uma excelente opção para não esquecer de definir o significado
da abreviação na primeira ocorrência.  Por exemplo ao mencionar o \ac{IP} na primeira vez ele aparece com o significado
seguido de da abreviatura entre parenteses.  Nas próximas ocorrencias de \ac{IP} e de depois mais vezes \ac{IP}, apenas
a abreviatura será apresentada.  
Provavelmente em algum momento do texto, você pode querer forçar o uso do nome completo, neste caso use o comando
\acf{IP}, e obterá o resultado desejado.

Se você tiver um acrônimo no qual deseja usar o plural (acrescentando o 's'), basta usar \acfp{IP}, ou \acp{IP}.  Pode ocorrer que o plural não seja obtido com o acréscimo do s, neste caso deve ser incluída a forma correta do plural no ambiente {acronym}, como mostrado abaixo usando \acroplural.  Note o resultado correto ao usar  \acfp{ME}, ou \acp{ME}.

% aqui devem ser incluídos todos os acrônimos.
% Este acrônimos serão listas no lugar que estão no documento, recomenda-se naturalmente que seja no local adequado.
\section{Acrônimos}
\begin{acronym}
    \acro{ME}{\textit{Managed Entity}}
    % Este é o plural do acrônimo ME.
    \acroplural{ME}[MEs]{\textit{Managed Entities}}
    \acro{IP}{\textit{Internet Protocol}}
    \acro{NUNT}{Não Usado no Texto}
\end{acronym}

\end{document}
Exemplo do uso de acrônimos

Note que existem basicamente 3 opções em relação a listar os acrônimos.

  • Use [nolist] se não quiser incluir a lista de acrônimos
\usepackage[nolist]{acronym}
  • Use [printonlyused] para listar apenas os acrônimos utilizados.
\usepackage[printonlyused]{acronym}
  • Se quiser listar todos os acrônimos definidos deixa a opção vazia [].
\usepackage[]{acronym}

FONTE:

Como fazer referencia a páginas de internet?
@misc{APISonline2019,
    author    = {EPAGRI},
    title     = {APIS ON-LINE},
    year  = 2019,
    url   = {http://ciram.epagri.sc.gov.br/apicultura/apresentacao.html},
    Urlaccessdate   = {21 ago 2019},
}

Ao usar o \cite ou \citeonline, ocorre a sua inclusão na bibliografia ao final do documento no formato ABNT.

EPAGRI.APIS ON-LINE. 2019. Disponível em: <http://ciram.epagri.sc.gov.br/apicultura/apresentacao.html>. Acesso em: 21 ago 2019.

Como citar normas no Latex?
@techreport{iso_central_secretary_systems_2016,
  address = {Geneva, CH},
  type = {Standard},
  title = {Systems and software engineering -- {Lifecycle} profiles for {Very} {Small} {Entities} ({VSEs}) -- {Part} 1: {Overview}},
  shorttitle = {{ISO}/{IEC} {TR} 29110-1:2016},
  url = {https://www.iso.org/standard/62711.html},
  language = {en},
  number = {ISO/IEC TR 29110-1:2016},
  institution = {International Organization for Standardization},
  author = {{ISO Central Secretary}},
  year = {2016}
}
@manual{NBR10520:2002,
address={Rio de Janeiro},
month={ago.},
note={Substitui a Ref.~\citeonline{NBR10520:2001}},
organization={Associa{\c c}\~ao Brasileira de Normas T\’ecnicas},
org-short={ABNT},
pages={7},
subtitle={Informa{\c c}\~ao e documenta{\c c}\~ao --- Apresenta{\c c}\~ao
de
cita{\c c}\~oes em documentos},
title={{NBR} 10520},
year={2002}}
Como indentar parágrafos inteiros?
\documentclass{report}

\usepackage{lipsum}       % for sample text
\usepackage{changepage}   % for the adjustwidth environment

\begin{document}

\lipsum[1]

\begin{adjustwidth}{2cm}{}
\lipsum[1]
\end{adjustwidth}
\end{document}

Outra forma de fazer citações pequenas, é usando o ambiente quote:

\begin{quote}
\lipsum[1]
\end{quote}

Para citações maiores com alguns parágrafos, pode ser usado o ambiente quotation:

\begin{quotation}
\lipsum[1]
\end{quotation}

Se estiver usando o modelo do IFSC para TCC, pode também usar o ambiente citacao, disponivel no abntex2

\begin{citacao}
Segundo a ABNT, as citações diretas, no texto, com mais de três linhas, 
devem ser destacadas com recuo de 4 cm da margem esquerda, 
com letra menor que a do texto utilizado e sem as aspas. [...] \cite[5.3]{NBR10520:2002}.
\end{citacao}
Como criar comandos para padronizar texto?

Para citar fonte do próprio autor de forma uniforme

\newcommand{\fonteproprioautor}{
    \vspace{-1ex}
    \small
    \center{Fonte: Elaborada pelo autor.}}
Novas dúvidas?

ATIVIDADE AVALIATIVA

A soma das atividades avaliativa será correspondente a 10% do conceito final na disciplina. A entrega das mesmas será feita pelo Moodle da disciplinas, e cada dia de atraso irá descontar 0,2 na nota da atividade. O restante (90%) do conceito final será dado pela nota que a banca do TCC1 atribuir ao projeto de TCC apresentado pelo aluno.

A1 - Quanto você conhece a atividade TCC

A2 - Análise de um TCC

  • A2a - Análise da estrutura de um TCC
  • A2b - Análise da Introdução e Conclusão de um TCC

A4 - Carta de Confirmação de Orientação de Projeto de TCC

A4 - Carta de Confirmação de Orientação de Projeto de TCC
Atividades

Solicitar ao seu orientador (e co-orientador) a Carta de Confirmação de Orientação de Projeto de TCC: O modelo do fomulário está disponível no SIGAA em [Documentos > Formulários > Carta de Confirmação de Orientação de TCC 1] Esse documento está previsto no Regulamento do TCC Curso de Engenharia de Telecomunicações.

Art. 9º O pré-projeto será elaborado durante a disciplina TCC1 e consistirá na:

a) definição do orientador e do co-orientador formalizado através de carta de Confirmação de Orientação de Projeto de TCC do orientador e do co-orientador, se for o caso;
b) definição do tema formalizado pela confecção de um resumo estendido no formato digital;
c) elaboração de um documento contendo a fundamentação teórica, incluindo revisão bibliográfica, uma explanação sobre o problema a ser resolvido e os objetivos a serem atingidos, a metodologia para o desenvolvimento do trabalho e um cronograma de atividades.

O documento deverá ser preenchido e assinado pelo aluno, e depois enviado para o orientador assinar. O aluno é responsável por postar o documento no Moodle.

  • Considerando a dificuldade e imprimir o documento, a confirmação da concordância do professor pode ser feita por email. Peça ao professor que envie um email de confirmação para mim moecke@ifsc.edu.br, com cópia cc para você. Neste caso imprima em pdf deste email e anexe junto com a carta (são aceitos 2 arquivos nesta tarefa).
  • Você e o orientador também podem utilizar o site de assinaturas digitais da UFSC (https://assina.ufsc.br/). Para isso precisa criar uma assinatura no gov.br.
Importante
  1. Note que ainda não é necessário ter definido o tema do TCC, esta carta é a apenas a definição e aceitação formal do orientador.
  2. O tema do TCC será definido por você em conjunto o orientador através do Resumo Expandido.
  3. Depois de definido o tema, ainda é necessário até o final do semestre apresentar o projeto de TCC a uma banca.
Entregas
  • Envie a Carta de Confirmação de Orientação de TCC 1 (assinada)

Após selecionar uma patente em cada site, repita a busca no Google Patentes para verificar se encontra a mesma patente neste site. Tente inicialmente usar as mesmas palavras chave. Como último recurso procure pelo nome completo da patente (entre aspas) ou pelo número da patente. Verifique se consegue o PDF da patente.

Guarde as informações obtidas na busca para preparar o relato simples do processo de busca de patentes.


Entregas
  • Envie um relato simples em PDF contendo a identificação (autor, título, data) uma breve introdução e uma conclusão. A descrição dos procedimentos de busca não precisam ser incluídos no relatório.
  • Para cada ferramenta de busca crie um seção separada no relatório, contendo no mínimo:
  • A lista das palavras chave utilizadas, que retornaram o resultado esperado.
  • O número de patentes que aparecem na busca com as palavras chave utilizadas, e a posição da patente selecionada nesta lista.
  • Os ajustes adicionais feitos usando filtros.
  • Título da patente, número da patente, inventor, data do registro (ou concessão) e o link com o documento em pdf de uma patente que você selecionou.
  • Analise a patente e descubra de que país é a patente e defina o status da patente encontrada (Se é apenas registro ou se foi concedida) veja na wiki como verificar.
  • Use preferencialmente o Overleaf para gerar o relatório. Mas o uso de MS-Word, Libreoffice e Google Docs também é permitida.
  • A entrega será feita através do Moodle da disciplina. Observe o prazo de entrega.
  • Anexe também os arquivos PDF das patentes encontradas.

-->

|}