Ciência, Tecnologia e Sociedade (diário 2012-2)

De MediaWiki do Campus São José
Ir para: navegação, pesquisa


Professor: Saul Silva Caetano (saul@ifsc.edu.br)
Encontros: 4a feira/18h30-20h20
Carga Horária 40 horas/aula - 2 aulas/semana
Atendimento paralelo: 5a feira/17h00-18h00.

Competências

  • Conceituar o movimento CTS diferenciando suas tendencias e perspectivas,abordando os currículos oficiais e a CTS, assim como situar as origens do movimento CTS no Brasil e no mundo, caracterizando as diferentes vertentes atuais deste movimento;
  • Analisar as diferentes possibilidades de se trabalhar a abordagem CTS a partir dos currículos oficiais oficiais, relacionando-os ao ambiente escolar.

Planejamento das Atividades

Cronograma
1 3/10 2 apresentação da disciplina, debate: o que é ciência? O que é tecnologia? Quais as interações entre ciência, tecnologia e sociedade? Qual a preocupação enquanto professor de ciências com as relações entre CTS?
2 10/10 2 filme revolução dos cocos.
3 17/10 2 concepções de ciência e tecnologia (Ciência Tecnologia e Sociedade – Fernando Rosseto Gallego Campos, pg. 15-20)
4 24/10 2 concepções de sociedade (Sociologia da Educação – Alberto Tosi Rodrigues, DP&A, 2002 – pg. 19-34)
5 31/10 2 CTS apresentação e debate
6 7/11 2 golem I
7 14/11 2 atol de biquini
8 21/11 2 golem II
9 28/11 2 palestra convidado
10 5/12 2 CTSA na química
11 12/12 2 CTS e economia solidária
12 19/12 2 seminário questões cts em química
13 6/2 2 artigo sobre cts em química
14 13/2 2 artigo sobre cts em química
15 20/2 2 definindo as aulas com temática CTS
16 27/2 2 artigo sobre cts em química
17 6/3 2 organizando uma aula de química com temática CTS
18 13/3 2 organizando uma aula de química com temática CTS
19 20/3 2 avaliação final


Referências Bibliográficas

  • Harry Collins e Trevor Pinch. O Golem à Solta - O que você deveria saber sobre tecnologia. Belo Horizonte: Fabrefactum, 2009.
  • Harry Collins e Trevor Pinch. O Golem à Solta - O que você deveria saber sobre ciência. Belo Horizonte: Fabrefactum, 2009.
  • E.M. García Palacios et al. Introdução aos estudos CTS (Ciência, tecnologia e sociedade). Florianópolis: Organização de Estudos Ibero-Americanos para a Educação, 2003.
  • Alberto Tosi Rodrigues. Sociologia da Educação , Rio de Janeiro, DP&A, 2002

Diário de Atividades

Clique no [+] para ver detalhes e materiais utilizados em cada aula.

03/10: Apresentação da disciplina
  • Problematização: O que é Ciência? O que é Tecnologia? O que é Sociedade? Quais as relações entre Ciência, Tecnologia e Sociedade? Quais as relações CTS e o ensino?
  • Atividade aula 10/3: Apresentação e debate do filme: A Revolução dos cocos.
    • Avaliação: Participação no debate.
  • Atividade aula 24/3: Leitura e debate do Capítulo II do livro Sociologia da Educação de Alberto Tosi Rodrigues, DP&A, 2002, Rio de Janeiro,
    • Apresentação do tema por: ()
    • Os outros alunos deverão entregar por e-mail, até às 12h do dia da aula, um resumo de 15 linhas do texto, letra times roman tamanho 12, e duas questões para debate.
10/10 : filme: A Revolução dos cocos
17/10: O que ciência e o que é tecnologia?
24/10: O que é sociedade?
31/10: CTS - Ciência Tecnologia e Sociedade
7/11: Atol de Biquini
  • * Radio Biquini
14/11: O Foguete está nú
28/11: Atribuições do profissional de Química
  • Palestra do Conselho Regional de Química]
  • Horário: 19 - 21 horas
28/11: Os germes da discórdia
5/12: Efeito Estufa e Camada de Ozônio
  • Textos relacionados:
    • " A Ameaça do chumbo" do livro: Bryson, Bill. Breve História de Quase Tudo. Companhia das Letras, 2005.
    • Rocha-Filho, Romeu C. "Camada de ozônio dá Nobel". da Revista: Química Nova na Escola, no 2, novembro 1995.
  • palestra do professor Dr. Joaquim Manoel Gonçalvez
12/12: Função Social - O que significa ensino de química para formar o cidadão?
  • texto de referência:
    • Santos, Widson Luiz P. dos e Schnetzier, Roseli Pacheco "Função Social - O que significa ensino de química para formar o cidadão?" da revista: Química Nova na Escola, no 4, novembro 1996.
  • A partir do texto acima e da vivência enquanto professoras e estudantes de Química pensar uma proposta curricular para a Química do ensino médio
    • Na proposta curricular deve constar:
      • O conteúdo de química mínimo necessário ("do que eu não abro mão")
      • A distribuição desse conteúdo em três anos com duas aulas por semana. Além dessas aulas considerar que em dois anos terão 1 aula de laboratório semanal a mais.
      • Uma proposta de abordagem CTS (voltada para a formação do cidadão) para um dos anos acima.
  • Apresentação media:Funcao_social.odp
19/12: Currículo de Química do Ensino Médio


Página principal da disciplina