Modulação CAP

De MediaWiki do Campus São José
Ir para: navegação, pesquisa

O CAP (Carrierless Amplitude and Phase) é um esquema de modulação matematicamente muito similar ao QAM. Ele pode ser entendido como um QAM com a portadora suprimida. Isto pode ser feito porque a portadora não entrega nenhuma informação.

O CAP é uma técnica de modulação que divide o espectro em duas "portadoras", uma usada para o transporte do downstream e outra para o upstream. A Figura 1 apresenta esta divisão.


Espectro cap.jpg


A modulação CAP divide o sinal modulado em segmentos que depois são armazenados em memória. O sinal da portadora é suprimido, porque não carrega nenhuma informação ("carrierless"). A onda transmitida é gerada ao passar cada um destes segmentos por dois filtros digitais transversais com igual amplitude, mas com uma diferença de fase de pi/2 ("quadratura").

Na recepção voltam os segmentos e a portadora, voltando a obter o sinal modulado. Deste modo, obtemos a mesma forma de espectro que com QAM, sendo CAP mais eficiente que QAM em implementações digitais.

Os símbolos no esquema CAP são transmitidos em uma alta taxa de bits. Isso dispensa o uso de um canal para tráfego de baixa latência, apesar dele definir um. Este esquema contrasta com a transmissão de símbolos no esquema DMT. Os padrões CAP definem o número de símbolos por segundo (baud rate) do downstream e do upstream, mostrados na Tabela 1.


Tabela cap.jpg


A taxa de transmissão é função do baud rate e do tipo de codificação empregada (que pode variar ente 8 e 256 níveis, ou seja, de 2 a 8 bits por símbolo). Por exemplo, um sinal de 1.088 kbauds onde cada símbolo transmite 8 bits produziria uma taxa de transmissão de 8.704 kbps.

Uma das vantagens que CAP tem é que os picos de tensão relativos são mais baixos que o DMT. Isto quer dizer que os emissores e receptores podem operar a uma tensão mais baixa que DMT porque não requerem ter a capacidade do sinal de pico requerida nos circuitos DMT. O sistema também é mais barato e o tempo de codificação é menor. Mas o DMT é mais flexível, apresenta maior imunidade ao ruído e é capaz de otimizar o ritimo de transmissão em incrementos menores, 32kbps no DMT contra 340Kbps em CAP.


REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

FONTES EXTERNAS