Introdução à tecnologia FPGA

De MediaWiki do Campus São José
Ir para: navegação, pesquisa

Ler mais em:

Projeto e programação do FPGA

Para definir o comportamento do FPGA, o usuário fornece uma linguagem de descrição de hardware (HDL) ou um desenho esquemático. O HDL é mais adequado para trabalhar com grandes estruturas, pois é possível especificá-los apenas numericamente sem desenhar cada circuito à mão. No entanto, a entrada esquemática pode facilitar a visualização de um projeto. Em seguida, usando uma ferramenta de automação de design eletrônico, um mapeamento na tecnologia gera uma netlist. A netlist pode ser transportada para um chip FPGA real utilizando um processo chamado de posicionamento e roteamento, geralmente realizada por um software da empresa que fornece o FPGA. Depois o usuário irá validar o mapeamento, o posicionamento e roteamento, realizando a análise das temporizações, simulando e validando o projeto. Uma vez que o projeto e validação estejam concluídos, um arquivo binário é gerado (usando também o software proprietário da empresa FPGA) para (re)configurar o FPGA.

Grandes fabricantes

Xilinx e Altera são os atuais líderes do mercado FPGA eles controlam mais de 80% do mercado, sendo que a Xilinx sozinha representa mais de 50%. Ambas empresas fornecem software de projeto de forma gratuita para as plataformas Windows e Linux.

Outros concorrentes são:

  • Lattice Semiconductor
  • Actel
  • SiliconBlue Technologies
  • Achronix
  • QuickLogic
  • Tabula (utiliza multiplexação em tempo )
  • Tier Logic (FPGA em 3D)

Interfaces

Chips FPGA