Uso de thin clients e LTSP como solução para economia de recursos e reutilização de hardwares obsoletos

De MediaWiki do Campus São José
Ir para: navegação, pesquisa

O LTSP

Introdução ao LTSP

Imagem retirada de http://www.sellcraft.net/

LTSP (Linux Terminal Server Project – Projeto Servidor de Terminais baseado em Linux) é uma ferramenta criada pela comunidade de software livre , mais especificamente por James McQuillan nos Estados Unidos em 1996.

Seu modelo básico é implementado com 1 servidor, 1 switch e n terminais (chamados também de clientes), conforme figura. Por se tratar de uma ferramenta baseada em GNU/Linux, torna-se atrativa para projetos de rede que visam diminuição de gastos com software, dispensando o custo com licenças.

A funcionalidade desta solução é que o servidor é encarregado de realizar todo processamento e armazenamento de dados enquanto os clientes exibem apenas as imagens na tela, o que isenta a necessidade de máquinas potentes para ser utilizadas como terminais.

Ele utiliza uma combinação de DHCP, TFTP, NFS e XDMCP para permitir que as estações não apenas rodem aplicativos instalados no servidor, mas realmente deem boot via rede, baixando todos os softwares de que precisam diretamente do servidor.

Desta maneira entramos no conceito de thin clients, o qual é um equipamento que não possui, em sua estrutura interna, HD, processador e memória (não como os convencionais), no entanto funciona como um computador de baixo recurso. Assim este equipamento funciona como um terminal burro que aproveita os recursos do computador que está associado.

Numa estrutura utilizando LTSP, podem ser utilizados os thin clients definidos acima, ou hardwares antigos com baixo recurso.

Página oficial do LSTP: http://www.ltsp.org/


Casos de sucesso utilizando a ferramenta

Imagem retirada de http:/ltsp.org/

Na página oficial da ferramenta, há uma secção onde usuários que tenham implementado um servidor LTSP em sua instituição possam fazer uma marcação no mapa, gerando inclusive um gráfico, do qual é possível analisar onde há a maior aglomeração de servidores instalados.

Após uma breve analise do gráfico ao lado, foi possível identificar que o Brasil é o quarto país do mundo com maior quantidade de servidores instalados (registrados no site) no mundo, contando com 18 servidores. No entanto ainda estamos muito atrás da Grécia, que possui 450 casos de sucesso com esta ferramenta, de acordo com alguns registros pudemos concluir que essa enorme adesão deste país ao LTSP deve-se ao incentivo do Governo Grego à implementação em escolas básicas.





O Projeto

A evolução rápida dos softwares causa problemas quando se busca reutilizar hardware antigo. Os novos programas e sistemas operacionais exigem um potencial cada vez maior de processamento e de memória, depreciando rapidamente o hardware. Somadas a isso, encontram-se dificuldades de aquisição de equipamentos, preços superiores ao do mercado e dificuldades do descarte de um item de patrimônio público.

Na mesma linha de eficiência, economia de recursos e segurança, torna-se cabível o estudo sobre a viabilidade da implementação de uma estrutura utilizando-se um servidor de thin client, no caso o LTSP, fazendo a reutilização de hardwares, reduzindo a obsolescência destes equipamentos. Ou seja, obtêm-se estações de trabalho úteis praticamente sem acrescentar gastos e com maior segurança e menor necessidade de manutenção.

O projeto tem por objetivo implementar servidores LTSP em nossa instituição, criando tutoriais para a replicação desta implementação em outros campi.

Cronograma do Projeto

Cronograma do Projeto
Período de implementação Atividades à serem executadas
1 mês Pesquisa nos artigos e cases relacionados
2 semanas Extrairemos as informações relevantes bem como as fundamentações teóricas e colocaremos na página do projeto na WIKI do Câmpus
1 mês Pesquisaremos junto com professores e servidores os melhores cenários, onde é possível ou não a utilização, definindo assim os limites onde serão feitos os testes e análises do projeto
2 semanas Verificaremos junto com a equipe de TI do Câmpus e os respectivos responsáveis por laboratórios o plano de execução das manutenções para posterior análise sobre este item
1 a 2 meses Montagem dos testes, instalação e configuração dos servidores, instalação dos terminais, manutenção da rede de dados e etc
2 meses Depois dos testes em produção monitoraremos os usos, acompanharemos as dificuldades, auxiliaremos os usuários, acompanharemos o consumo de recursos dos servidores e faremos manutenção nestes
1 a 2 meses Faremos ao final do período a análise dos testes, a compilação das informações relevantes e as conclusões sobre o uso da tecnologia, ate onde podemos utilizar, quando existe desvantagem ou vantagem, bem como as sugestões de projetos e trabalhos futuros

Previsão de gastos

Previsão de gastos
Equipamento Quantidade Custo unitário Custo Total
Memórias RAM 8GB 2 R$450 R$900
SSD 240GB 1 R$500 R$500
Placa de Rede Gigabit 2 R$50 R$100
Total R$1500

Implementação

Teste 1


Este teste foi realizado apenas para uma maior familiarização com o ambiente, portanto foi instalado o LTSP numa estação contendo: processador core2quad, memória de 4GB, e com todas as configurações do servidor, uma máquina simples, comparada à qual gostaríamos de manter como servidor.

Foram conectadas 18 máquinas ao servidor e todas foram inicializadas ao mesmo tempo.

Teste1ltsp.jpg Teste1ltsp2.jpg

Pudemos observar que o principal gargalo no teste foi a memória, ficou evidente que necessitamos de maior capacidade de armazenamento. O processador mostrou-se suficientemente eficiente para a implementação em questão.


Referências utilizadas