IER60808: Projeto de um roteador sem-fio IEEE 802.11

De MediaWiki do Campus São José
Ir para: navegação, pesquisa

Os roteadores sem-fio IEEE 802.11 combinam basicamente duas funções em um equipamento:

  1. Ponto de acesso: estabelece uma rede IEEE 802.11 em modo gerenciado, com um determinado identificador (SSID)
    • as estações sem-fio (WSTA) precisam se associar a um AP para poderem se comunicar na rede sem-fio
    • o AP intermedia todas as comunicações entre as WSTA
    • o AP intermedia as comunicações entre as WSTA e a rede cabeada (quando houver), funcionando como uma bridge entre elas
  2. Roteador: o equipamento pode delimitar a rede sem-fio a uma subrede, e a rede cabeada a outra, fazendo o rotamento entre elas


Os roteadores sem-fio que usamos em aula desempenham essas funções (TP-Link Archer C7, TP-Link WDR 4300). Porém o que eles são capazes de fazer se limita ao que o fabricante disponibilizou em seus firmwares (o software neles embarcado que implementa suas funcionalidades). Novas funções não podem ser realizadas nesses equipamentos sem que se modifique o firmware, e isso o fabricante não permite.


A próxima avaliação envolve criar um roteador sem-fio experimental baseado no computador Raspberry Pi. Esse roteador sem-fio deve possuir ao menos estas características:

  • Ponto de acesso IEEE 802.11n com pelo menos duas antenas setoriais (lembrem do que viram em Radiotransmissão)
  • Ser capaz de operar em modo roteador ou bridge, com relação à rede cabeada
  • Ser capaz de formar uma rede mesh, caso o sistema de distribuição precise ser sem-fio
  • Ser capaz de fazer uplink via 3G/4G, caso necessário (lembrem do que viram em Comunicações móveis)


Esse projeto deve ser realizado em grupo. O material a ser fornecido é:

  • Um Raspberry Pi 2 ou 3 com fonte de alimentação e cartão SD de 32 GB
  • Duas interfaces IEEE 802.11 USB com antena omnidirecional


Prazo para apresentação dos roteadores sem-fio: 19/11'