Curso Técnico em Telecomunicações - Redes de Computadores (RCO)

De MediaWiki do Campus São José
Ir para: navegação, pesquisa

Professores da Unidade Curricular

Professores Semestres Anteriores

NOSSA ROTINA SEMANAL:

Inicie sempre pelo SIGAA o acesso às atividades de nossas aulas. Fazendo isso você estará iterado com todas as publicações, atualizações e compromissos com o plano de ensino de nossa disciplina. Selecione no "Menu Turma Virtual" a sua esquerda e clique na opção "Principal". O plano de ensino com todas as atividades e informações de cada aula vão estar resumidos pra você. Em cada diário de aula, vc terá a gravação das videoaulas e sempre será direcionado para nosso repositório de conteúdos na página da disciplina na WIKI do IFSC. Evite acumular pendências... Mantenha-se sempre em dia!!!

NOSSA SALA VIRTUAL:

Quintas-feiras das 20h às 21:30h (enquanto período de ANP) - Aula RCO011102
Link da videochamada: https://meet.google.com/bio-xrme-nrj


REGISTRO DAS ATIVIDADES 2021-1

Índice

Carga horária, Ementas, Bibliografia

Plano de Ensino

Dados Importantes

Professor: Jorge Henrique B. Casagrande
Email: casagrande@ifsc.edu.br
Atendimento paralelo: Em época de Atividades Presenciais: 5as das 18:30h às 19h (Sala de Professores de TELE II ou Laboratório de Redes de Computadores). Em épocas de ANP, em comum acordo com cada aluno via Google Meet ou Aplicativo de interação extra sala.


WIKI: Todo o repositório de material de apoio e referências de nossas aulas estão nesta página da WIKI, na seção Diário de Aulas;


SLACKWARE: Para interação fora da sala de aula, acessem nosso grupo no Aplicativo (APP) Slackware, em desktop ou no seu smartphone


SIGAA: Todas as videoaulas e as avaliações com respectivos prazos, serão divulgados nesse sistema acadêmico. Eventualmente alguns materiais, mídias instrucionais, avaliações ou atividades poderão usar o ambiente da turma virtual do SIGAA. O professor fará o devido destaque para isso;


ATENÇÃO: Especialmente para as atividades PRESENCIAIS, uma avaliação poderá ser recuperada somente se existir justificativa reconhecida pela coordenação. Desse modo, deve-se protocolar a justificativa no prazo de 48 horas, contando da data e horário da avaliação, e aguardar o parecer da coordenação. O não cumprimento desse procedimento implica a impossibilidade de fazer a recuperação.

Resultados das Avaliações

Critérios de Avaliação - AJUSTADOS AO PERÍODO PANDÊMICO COM ANP (até 15/09/2021)
  1. Os estudantes serão avaliados da seguinte forma:
    -Três Avaliações parciais An onde e n={1,2,3} representam ponderadamente em carga horária de cada parte do plano de ensino, o valor da MÉDIA FINAL, assim determinadas:
    • As Notas Finais das avaliações parciais NF An' resultam da média ponderada de duas notas: a) Prova An representando 60% do total sendo uma PROVA ESCRITA (60min) E/OU ATIVIDADE ESPECIAL de conteúdos preferencialmente associados as teorias e práticas da disciplina e,
      b) Outros 40% resultado da média das notas atribuídas a aptidão e qualidade das atividades práticas e teóricas através de TODAS as Atividades Extras (AEn) e Avaliações Individuais (AIn) correspondentes.
    • Entende-se por ATIVIDADE ESPECIAL quaisquer atividades que envolvam uma dedicação maior de tempo para conclusão e amplitude dos conhecimentos relacionados com o momento do plano de ensino tais como, artigos técnicos, seminários, pesquisa ou visita de campo, projeto integrador, etc...
    - As Avaliações Individuais parciais AIn serão notas atribuídas pelo professor que representam o mérito de qualidade nas interações extra sala, cumprimento de atividades extras publicadas via SIGAA, relatórios, listas de exercícios e demais métodos de avaliação pedagógicos.
    - As Provas An e as AEn além de contribuírem no cômputo da NF An" também serão utilizadas para comprovar a participação do estudante em uma ou mais ANP.
  2. Todas as notas de avaliações parciais serão valoradas de 0 à 10,0 em passos de 0,1 pontos e convertidas em conceitos conforme abaixo:
    - Se a nota calculada de qualquer avaliação parcial for < 6,0, é OBRIGATÓRIO realizar a recuperação dos conteúdos da respectiva avaliação parcial.
    - Se MEDIA FINAL E todas as avaliações parciais forem >= 6,0 a recuperação de conteúdos é opcional.
  3. Para a aprovação na disciplina é necessário atingir no mínimo a nota 6,0 na MÉDIA FINAL ponderada em carga horária de todas as avaliações parciais e 75% de participação em sala de aula;
    - Conforme restrições do sistema de registro de notas do SIGAA, a NOTA FINAL sempre tem arredondamento para o valor inteiro mais baixo da unidade (exemplo: Nota 5,9 é considerado NOTA FINAL 5). Arredondamentos para valores inteiros mais altos da NOTA FINAL só serão permitidos mediante tolerância do professor diante da evolução do(a) estudante ao longo do semestre E SEMPRE DEFINIDAS SOMENTE NO ÚLTIMO DIA LETIVO DO SEMESTRE.
  4. As datas de recuperação das avaliações parciais serão realizadas em data específica do plano de ensino e/ou decididas em comum acordo com a turma.
  5. Quaisquer mudanças necessárias dos critérios aqui destacados, serão antecipadamente discutidos e consensuados com a turma.
  6. IMPORTANTE: TODAS AS ATIVIDADES SERÃO LANÇADAS FORMALMENTE PELO SIGAA E TERÃO LIMITES DE TEMPO DE 15 (QUINZE) DIAS PARA A EXECUÇÃO. CASO NÃO EXECUTADAS NO PRAZO PODERÃO INCORRER NO CANCELAMENTO DA MATRÍCULA DO ALUNO NA DISCIPLINA POR MOTIVO DE DESISTÊNCIA.
QUADRO GERAL DE RESULTADOS DAS AVALIAÇÕES



Toda vez que você encontrar a marcação ao lado de alguma atividade, significa que essa atividade estará sendo computada na avaliação como uma AEn. O prazo estabelecido para entrega de 15 (quinze) dias estará destacado na publicação via SIGAAA. Portanto, não perca o prazo limite para entrega. Atividades entregues fora do prazo terão podem implicar em cancelamento de matrícula do aluno por desistência conforme prevê nossa RDP;

Material de Apoio

Recursos pedagógicos previstos (1 ou mais) em cada dia de aula
  • Apostilas e Tutoriais
  • Apresentação de Slides
  • Glossários de Conceitos
  • Manuais e outros
  • Videoaulas assíncronas
  • Vídeos de apoio
  • Links de apoio
Ferramentas para Atividades Interativas e Exercícios Colaborativos

Bibliografia Básica

  • Redes de Computadores e a Internet, 5a edição, de James Kurose.

Para pesquisar o acervo das bibliotecas do IFSC:

Softwares e Links úteis

Diário de aulas RCO11102 - 2021-1 - Prof. Jorge H. B. Casagrande

LEGENDA DAS CORES NO PLANO DE CADA AULA (clique em "expandir" para ver os OBJETIVOS de cada aula)
A primeira data à esquerda refere-se ao plano de ensino original registrado no SIGAA
Aulas previstas para serem realizadas em ANP (Atividades Não presenciais)
Aulas realizadas em ANP para cumprir o plano de ensino original
Aulas previstas para serem realizadas presencialmente
Aulas não realizadas (ANP ou presencialmente)
Aulas realizadas presencialmente

13/05- ANP - Apresentação da disciplina e plano de ensino

Aula 1
OBJETIVOS DA AULA
  • Apresentação da disciplina e plano de ensino bem como os critérios de avaliação;


15/05- ANP - Contextualização de Internetworking

Aula 2
OBJETIVOS DA AULA
  • situar a organização geral da infraestrutura de Internetworking;
  • diferenciar abrangências de WAN, MAN e lAN;
  • situar PoP e ISP locais, regionais e nacionais;
  • compreender a necessidade de Padronização das redes e suas Interconexões
MATERIAL DE APOIO
CONTEÚDO ADICIONAL

Uma vez que foi esclarecido todos os pontos na apresentação da disciplina, seu plano de ensino e os critérios de avaliação, vamos entrar no universo das redes de computadores de uma forma mais abrangente. Nos próximos capítulos vamos conhecer as redes do ponto de vista de fora (das WANs) para dentro (das LANs)

As redes de computadores na visão de "fora para dentro"

Vamos avaliar como é um cenário genérico de como as redes totalmente interconectadas pelos provedores de serviços de telecomunicações, conectam nossas necessidades de comunicação com o mundo externo. Leia este capítulo de uma dissertação da PUC-RIO sobre os meios de transmissão dentro das redes.

Leia também o primeiro capítulo da Apostila de Redes de Computadores do Prof. Evandro Cantú para complementar as explicações em sala de aula.


20/05- ANP - AE1 - Conceitos importantes de redes de computadores

Aula 3
OBJETIVOS DA AULA
  • Apropriar de conceitos importantes no universo de redes de computadores;
CONTEÚDO RELACIONADO
MATERIAL DE APOIO
AVALIAÇÃO
  • AE1 - QUESTIONÁRIO SIGAA - Fundamentos de Internetworking

Acesse o SIGAA e abra o QUESTIONÁRIO associado a aula de hoje e da semana anterior. Ele está dentro das atividades da turma. A atividade é simples: releia os materiais de referência e reveja as referidas videoaulas gravadas. Assim você terá condições de responder as questões aleatoriamente formuladas para avaliar seu entendimento do assunto.


27/05- ANP - AE2 - Arquitetura de redes de computadores em camadas

Aula 4
OBJETIVOS DA AULA
  • Apropriar de conceitos importantes no universo de redes de computadores (continuação);
  • Compreender a necessidade da arquitetura em camadas das redes de computadores.
MATERIAL DE APOIO
AVALIAÇÃO
  • AE2 - QUESTIONÁRIO SIGAA - Arquitetura de redes de computadores em camadas |

Acesse o SIGAA e abra o QUESTIONÁRIO associado a aula de hoje e da semana anterior. Ele está dentro das atividades da turma. A atividade é simples: releia os materiais de referência e reveja as referidas videoaulas gravadas. Assim você terá condições de responder as questões aleatoriamente formuladas para avaliar seu entendimento do assunto.

10/06 - ANP - Os protocolos da Camada de Aplicação

Aula 5
OBJETIVOS DA AULA
  • Compreender as características e papel da camada de aplicação
  • Praticar alguns comandos básicos de diagnósticos de redes de computadores
MATERIAL DE APOIO


17/06 - ANP - AE3 - Da teoria à pratica do protocolo HTTP

Aula 6
OBJETIVOS DA AULA
  • Realizar Exercícios com conteúdos visto até aqui.
  • Analisar o Protocolo da camada de aplicação HTTP com sniffer de rede (Wireshark)
MATERIAL DE APOIO


AVALIAÇÃO
  • AE3 - QUESTIONÁRIO SIGAA - O protocolo HTTP na camada de aplicação |

Acesse o SIGAA e abra o QUESTIONÁRIO associado a aula de hoje e da semana anterior. Ele está dentro das atividades da turma. A atividade é simples: releia os materiais de referência e reveja as referidas videoaulas gravadas. Assim você terá condições de responder as questões aleatoriamente formuladas para avaliar seu entendimento do assunto.


24/06 - ANP - AE4 - Resolvendo Domínios com DNS

Aula 7
OBJETIVOS DA AULA
  • Compreender a hierarquia de domínios da rede internet com DNS
  • Analisar o Protocolo da camada de aplicação HTTP com sniffer de rede (Wireshark)


AVALIAÇÃO
  • AE4 - QUESTIONÁRIO SIGAA

Acesse o SIGAA e abra o QUESTIONÁRIO associado a aula de hoje e da semana anterior. Ele está dentro das atividades da turma. A atividade é simples: releia os materiais de referência e reveja as referidas videoaulas gravadas. Assim você terá condições de responder as questões aleatoriamente formuladas para avaliar seu entendimento do assunto.


01/07 - ANP - Práticas com DNS

Aula 8

OBJETIVOS DA AULA

  • Realizar exercícios com DNS.


ATENÇÃO: AULA PREVISTA MAS NÃO REALIZADA OU DILUÍDA EM OUTROS TÓPICOS DE AULA

Serviço de Nomes (DNS)

Leitura recomendada

Objetivos

O Domain Name System (DNS) traduz nomes de hosts em endereços Internet Protocol (IP), preenchendo uma lacuna crítica na infraestrutura da Internet. Neste laboratório, observaremos mais de perto:

  1. o lado cliente do DNS e
  2. uma pequena análise do protocolo

Lembre-se de que o papel do cliente no DNS é relativamente simples - um cliente envia uma consulta ao seu DNS, e obtém uma resposta. Muito pode acontecer “por baixo dos panos”, de forma invisível aos clientes DNS, enquanto os servidores DNS, organizados hierarquicamente, comunicam-se entre si para, ou recursivamente ou iterativamente, resolver uma consulta DNS de um cliente. Do ponto de vista do cliente DNS, contudo, o protocolo é bastante simples - uma consulta é feita ao seu servidor DNS e uma resposta é recebida deste servidor.

PARTE 1: Consulta simples ao DNS gerada a partir de um comando ping

O comando ping pode ser usado tanto com um endereço IP como com um nome de host. Em última instância, ele sempre enviará pacotes para um endereço IP. No caso de ser usado o endereço de host, ele tentará resolver (mapear) este nome em um endereço IP usando um servidor DNS (local). Ele gera uma pergunta para o servidor (ou para os servidores, caso exista mais de um configurado). Esta experiência mostra como verificar os servidores instalados e, através de uma captura de pacote mostra a estrutura dos cabeçalhos DNS.

  1. Inicialmente consulte e anote quem são os servidores DNS instados na sua máquina. É para estes servidores que serão conduzidas as perguntas DNS. Use a ferramenta nm-tool ou acesso ao arquivo de configuração do sistema:
    nmcli dev show | grep DNS
  2. Prepare o wireshark para capturar pacotes. Feche o mozilla ou qualquer outro software de rede parar evitar tráfego DNS que possa vir a confundi-lo.
  3. Execute o ping para um endereço de host conhecido
    ping www.ifsc.edu.br
  4. Pare a captura de pacotes no Wireshark e coloque um filtro de display para mostrar apenas mensagens DNS e de ICMP
    dns || icmp
  5. Observe os pacotes capturados. Em particular foque no pacote de pergunta que deve ser similar ao mostrado abaixo e deve estar direcionado a um dos servidores DNS. Nos flags do header do pacote DNS é possível observar que é um QUERY (pergunta) a ser resolvido de forma recursiva. A pergunta propriamente dita está no campo QUERIES, onde é colocado o nome a ser resolvido e o tipo do registro solicitado (tipo A) que indica resolução de nome.
    Estrutura de uma pergunta simples DNS
  6. Foque agora um pacote de resposta do servidor para o cliente. Deve ter uma estrutura similar ao mostrado abaixo. Nos flags do header do pacote DNS é possível observar que é uma resposta. A resposta propriamente dita está no campo ANSWERS (ele também repete a pergunta no campo QUERIES). Note que podem haver vários registros (RR) retornados, cada um com um tipo. No exemplo abaixo também é retornada uma lista de servidores autorizados (RR tipo NS). Também é retornado o endereço IP destes servidores através de RRs adicionais do tipo A (inclusive endereços IPv6).
    Estrutura de uma resposta simples DNS
  7. Perguntas a serem respondidas, baseado nos pacotes "Standard query" e "Standard query response":
    1. Quem são os servidores DNS da sua máquina?
    2. O ping gerou pergunta para cada um deles?
    3. Qual o tipo da RR associada a pergunta (Queries). O que significa?
    4. Qual endereço IP retornado da solicitação da resolução de www.ifsc.edu.br?
    5. Qual endereço IP usado no ping (ver pacote REQUEST ICMP)?
    6. Qual protocolo de transporte, camada 4, que foi usado para transportar as mensagens de aplicação DNS?
    7. No QUERY realizado foi solicitado consulta recursiva. O servidor aceitou esta solicitação? (ver a resposta do servidor)
    8. Quais os servidores autorizados (Authoritative nameservers) foram repassados como resultado de sua consulta?
  8. Logo após o primeiro ping existe mais uma consulta DNS. Esta pergunta é realizada através de uma mensagem do tipo PTR. O ping está tentando verificar qual é o nome da máquina que realmente está respondendo. É o DNS reverso, nesse tipo de colsulta se fornece um IP e o servidor devolve o nome da máquina.
  9. Perguntas a serem respondidas:
    1. Qual o IP que se pretende resolver?
    2. Qual o nome retornado?
    3. O nome retornado é www.ifsc.edu.br? Sim ou não? Explique.


08/07 - ANP - AE5 - O Serviço de Email

Aula 9
OBJETIVOS DA AULA
  • Compreender como funcionam os Protocolos de EMAIL
MATERIAL DE APOIO


10/07 - ANP - AE6 - Sábado Letivo - Flexibilização de conteúdos - AVALIAÇÃO E REC A1

Aula 10
OBJETIVOS DA AULA
  • Rever conteúdos e atividades avaliativas até aqui
MATERIAL DE APOIO
  • Liberação da AVALIAÇÃO E REC A1
  • Não houve aula síncrona gravada neste dia.

15/07 - ANP - A Camada de Transporte

Aula 11
OBJETIVOS DA AULA
  • Conhecer os conceitos e aplicações básica dos Protocolo da camada de Transporte
MATERIAL DE APOIO
  • Vide SIGAA


22/07 - ANP - O protocolo TCP

Aula 12
OBJETIVOS DA AULA
  • Conhecer os conceitos e aplicações básicas do Protocolo TCP da camada de Transporte


MATERIAL DE APOIO
  • Vide SIGAA


29/07 - ANP - Análise de Pacotes com TCP

Aula 13
OBJETIVO DA AULA
  • Práticas e simulação com TCP
ATENÇÃO
AULA PREVISTA MAS NÃO REALIZADA OU DILUÍDA EM OUTROS TÓPICOS DE AULA

05/08 - ANP - AE7 - O protocolo UDP

Aula 14
OBJETIVO DA AULA
  • Conhecer os conceitos e aplicações básicas do Protocolo UDP da camada de Transporte
CONTEÚDO
  • Vide SIGAA

12/08 - ANP - Análise de Pacotes com UDP

Aula 15

OBJETIVO DA AULA

  • Práticas e simulação com UDP
ATENÇÃO
AULA PREVISTA MAS NÃO REALIZADA OU DILUÍDA EM OUTROS TÓPICOS DE AULA

19/08 - ANP - AE8 - A Camada de Rede

Aula 16
OBJETIVO DA AULA
  • Conhecer as funções e aplicações básicas da camada de rede e do protocolo IP
CONTEÚDO
  • Vide SIGAA

26/08 - ANP - A Formação de Subredes

Aula 17
OBJETIVO DA AULA
  • Conhecer e praticar a criação de subredes com endereçamento IPv4;
  • Compreender a função dos protocolos NAT, DHCP e ARP
  • Compreender as funções dos protocolos de roteamento.
CONTEÚDO
  • Vide SIGAA

28/08 - ANP - Sábado Letivo - Flexibilização de Conteúdos

Aula 18
OBJETIVOS DA AULA
  • Rever conteúdos e atividades avaliativas até aqui
MATERIAL DE APOIO
  • Não houve aula síncrona gravada neste dia.

02/09 - ANP - - AE9 - Exercícios com divisão e subredes e Protocolos e Serviços da Camada de Rede

Aula 19
OBJETIVOS DA AULA
  • Praticar exercícios de subredes
  • Compreender a função dos protocolos NAT, DHCP e ARP
MATERIAL DE APOIO

09/09 - ANP - AE10 - Protocolos de roteamento e as Principais Funções da Camada 2 e 1 - Enlace e Física - AVALIAÇÃO e REC A2

Aula 20
OBJETIVOS DA AULA
  • Compreender as funções dos protocolos de roteamento.
  • Realizar Simulações de protocolos e serviços da Camada 3
  • Compreender as funções das camadas enlace e física das redes de computadores.
MATERIAL DE APOIO



Voltar

Curso Técnico em Telecomunicações