Tema 3 - IEEE802.11e

De MediaWiki do Campus São José
Revisão de 19h36min de 15 de março de 2016 por Lucas.lv (discussão | contribs) (Criou página com '= Padrão IEEE 802.11e = O uso de redes sem fio ao redor do mundo tem aumentado exponencialmente nos anos recentes, passando a integrar o dia a dia das pessoas através de noteb...')
(dif) ← Edição anterior | Revisão atual (dif) | Versão posterior → (dif)
Ir para: navegação, pesquisa

Padrão IEEE 802.11e

O uso de redes sem fio ao redor do mundo tem aumentado exponencialmente nos anos recentes, passando a integrar o dia a dia das pessoas através de notebooks, tablets, smartphones e outros dispositivos que permitem o acesso à rede. Tais dispositivos, por sua vez, fazem de forma cada vez mais intensa, o uso de aplicações multimídia (MA), tais quais vídeos, áudios e comunicações de banda larga. Por conta do processo acima evidenciado, o padrão 802.11 tornou-se incapaz de prover boa qualidade de serviço para esse tipo de aplicação. O padrão adotado pela Institute of Electrical and Electronics Engineers (IEEE) é o 802.11, que se divide em duas categorias: Distributed Coordenation Function (DCF) e Point Coordenation Function (PCF). Em ambas, a qualidade de serviço oferecida para MA é insignificante. Por exemplo, o DCF fornece apenas o mecanismo de best effort, no qual todas as estações conectadas à rede competem igualmente pelo meio, de modo que não exista priorização de pacotes. O PCF, por sua vez, foi projetado para priorizar determinadas aplicações, como por exemplo as MAs. No entanto, é propenso a ocorrência de problemas. Por exemplo, suponha uma rede que implementa uma classe de escalonamento do tipo round-robin. Para o PCF acessar o meio de transmissão, ele necessita enviar um beacon frame quando o meio estiver ocioso, porém, se o meio estiver ocupado (não for a vez dele de usar o meio, de acordo com round robin), um atraso pode ser gerado por conta da espera. O PCF tem dificuldades em controlar o tempo de transmissão da estação escolhida para transmitir, pois ela pode enviar frames de dados de 0 a 2304 bytes de comprimento, e o AP não sabe o tamanho do frame a ser recebido. Para tentar encontrar uma solução para os problemas citados acima, no ano de 2005, foi aprovada pela IEEE o padrão 802.11e, que agrega QoS (Quality of Service) às redes IEEE 802.11. No ano seguinte, já eram comercializados os primeiros equipamentos com suporte a essa nova tecnologia. No geral, esse novo padrão permite diferenciar classes de tráfegos, e também o recurso de Transmission Oportunity (TXOP), que permite a transmissão de dados em rajadas.

EDCA (Enhanced Distributed Channel Access)

HCCA (HCF controlled channel access)