Rede de baixo custo de coleta e análise de dados de temperatura, salinidade e nível de maré nas fazendas marinhas

De MediaWiki do Campus São José
Revisão de 13h37min de 17 de fevereiro de 2020 por Odilson (discussão | contribs) (Criou página com '<meta http-equiv="content-type" content="text/html; charset=utf-8"> O estado de Santa Catarina é o maior produtor nacional de ostras. As ostras são cultivadas nas chamadas...')
(dif) ← Edição anterior | Revisão atual (dif) | Versão posterior → (dif)
Ir para: navegação, pesquisa

<meta http-equiv="content-type" content="text/html; charset=utf-8">


O estado de Santa Catarina é o maior produtor nacional de ostras. As ostras são cultivadas nas chamadas fazendas de ostras, em águas rasas, calmas e próximo à costa. Em sua grande maioria essas fazendas dispõem de baixo nível de automação nos processos de manejo e controle das condições de cultivo, sendo que algumas destas condições, naturalmente encontradas no período de verão, podem induzir a altas taxas de mortalidade mortandade nos cultivos. Sabe-se que características como a salinidade e temperatura da água tem influência direta na saúde dos mesmos. Nesse sentido, esse trabalho se propõe a estudar e implementar,in loco, uma rede de baixo custo de coleta e análise de dados de temperatura, salinidade e nível de maré nas fazendas marinhas. Os principais desafios são o métodos de implantação e manutenção dos sensores no ambiente marinho, bem como a transmissão de seus dados para uma central que deverá monitorar e correlacionar com, por exemplo, o índice de mortalidade das ostras.