Perfil do Engenheiro em Telecomunicações

De MediaWiki do Campus São José
Revisão de 08h01min de 9 de fevereiro de 2017 por Cleber.amaral (discussão | contribs)
(dif) ← Edição anterior | Revisão atual (dif) | Versão posterior → (dif)
Ir para: navegação, pesquisa

Competência e Campo de Atuação Profissional (segundo o CREA)

Compete ao ENGENHEIRO DE COMUNICAÇÃO o desempenho das atividades 01 a 18 do artigo 1º da RESOLUÇÃO CREA Nº 218, DE 29 DE JUNHO DE 1973, referentes a sistemas de comunicação e telecomunicações; e seus serviços afins e correlatos.

Os Campos de Atuação Profissional do ENGENHEIRO DE COMUNICAÇÃO E TELECOMUNICAÇÕES de acordo com a RESOLUÇÃO CREA Nº 1.010, DE 22 DE AGOSTO DE 2005 são:

  • Informação e Comunicação
  • Tecnologia da Informação.
  • Sistemas, Métodos e Processos de Comunicação e Telecomunicação. Telemática.
  • Técnicas Analógicas e Digitais.
  • Sistemas Operacionais
  • Processamento de Radiodifusão de Sinais, Som e Imagens.
  • Telefonia e Radiocomunicação Fixa e Móvel.
  • Radar. Satélites de Comunicação. Sistemas de Posicionamento e Navegação.
  • Comunicação Multimídia e Telecomunicação via Cabo ou Rádio.
  • Tecnologia
  • Instalações, Equipamentos, Componentes e Dispositivos de Mecânica Fina, Elétricos, Eletrônicos, Magnéticos e Ópticos da Engenharia de Comunicação e Telecomunicações.
  • Sistemas de Cabeamento Estruturado e Fibras Ópticas.
  • Monitoramento de Impactos Ambientais causados por Equipamentos Eletrônicos e de Telecomunicações.

Perfil do Profissional

O profissional de Engenharia de Telecom é um Engenheiro com a formação necessária para desenvolver as tecnologias básicas, realizar projetos, especificar equipamentos e sistemas, planejar e dimensionar sistemas, desenvolver softwares, implantar, operar e gerenciar redes de telefonia, televisão e comunicações de dados, produzir conteúdo e construir aplicações multimídia integrando assim todos os serviços de redes, realizar projetos. Tem também o objetivo de desenvolver habilidades voltadas a aspectos gerenciais e administrativos que permitam ao profissional atuar na gestão empresarial de empresas de Telecomunicações, e também como empreendedor, permitindo a criação de empreendimentos em torno de novos serviços nas áreas de multimídia e de redes de telecomunicação e de computadores.

Áreas de Atuação

O profissional de Engenharia de Telecom exerce atividades de projetista de redes, integrador de sistemas de comunicação, desenvolvimento de sistemas distribuídos, instalação e operação de redes, gerencia de redes, administração de áreas e departamentos de teleinformática, planejamento de arquiteturas corporativas de tecnologia da informação, assessoria técnico-comercial, consultoria independente, empresário provedor de serviços de redes, administração de ambientes de tecnologia da informação e de produção de conteúdo, gestão da segurança da informação, professor e pesquisador.

Mercado de Trabalho

O Engenheiro de Telecom é formado para atuar em todos os ambientes de aplicação das redes de telecomunicações, seja para operar tais redes, seja para permitir uma utilização efetiva e produtiva, seja para possibilitar novos desenvolvimentos e aplicações. Em todo o mundo a utilização de serviços de Telecom não cessa de aumentar, as potenciais aplicações de redes de telecom abrangem a maior parte das atividades sociais e todos os setores econômicos, permitindo a esse engenheiro atender à demanda de um vasto mercado de trabalho composto de concessionárias de telecomunicações, provedores de serviços de redes, empresas usuárias de serviços de redes, bancos e instituições financeiras, empresas de processamento de dados, empresas de consultoria, órgãos públicos, universidades e instituições de pesquisa, indústrias de telecomunicações, fornecedores de equipamento de redes e integradores, além de instituições de ensino e pesquisa.

Perfil do Egresso

Os egressos de cursos de Engenharia de Telecom devem estar situados no estado da arte da ciência e tecnologia das telecom, de tal forma que possam continuar suas atividades na pesquisa promovendo o desenvolvimento científico e aplicando os conhecimentos adquiridos. Terão uma sólida formação técnica/científica e profissional para atuarem de forma crítica e criativa na identificação e solução de problemas relacionados à área de telecom, assim como em pesquisa e elaboração de novas tecnologias a fim de contribuir para o avanço tecnológico e científico do país. O perfil do Engenheiro de Telecomunicações contemplar os seguintes pontos:

  • Formação generalista, com sólidos conhecimentos nas áreas de formação básica, geral e profissional do Curso, incluindo aspectos humanísticos, sociais, éticos e ambientais;
  • Capacidade para resolver problemas concretos, modelando situações reais, promovendo abstrações e adequando-se a novas situações;
  • Capacidade de análise de problemas e síntese de soluções, integrando conhecimentos multidisciplinares;
  • Capacidade de elaboração de projetos e proposição de soluções técnicas e economicamente competitivas;
  • Capacidade de absorver novas tecnologias e de visualizar, com criatividade, novas aplicações para a Engenharia de Telecomunicações;
  • Capacidade de comunicação e liderança para trabalho em equipes multidisciplinares.
  • Formação humanística e Ambiental, sendo capaz de compreender melhor o mundo e as relações sociais e técnicas dentro do contexto contemporâneo.


Curso de Engenharia de Telecomunicações