Mudanças entre as edições de "PROPOSTA DE ORGANIZAÇÃO CURRICULAR"

De MediaWiki do Campus São José
Ir para: navegação, pesquisa
(Diários de Bordo)
(Diários de Bordo)
Linha 202: Linha 202:
 
  |-
 
  |-
 
  |12
 
  |12
 +
|| Exercícios de fixação.
 +
|| Uso do multímetro como amperímetro.
 +
|-
 +
  |13
 
  || Avaliação teórica.
 
  || Avaliação teórica.
 
  || Uso do multímetro como amperímetro.
 
  || Uso do multímetro como amperímetro.
 
  |-
 
  |-
  |13
+
  |14
 
  || Descrever a construção, a finalidade e o funcionamento do capacitor na carga e descarga e conceituar capacitância.<br> Tipos de capacitores. Analisar o comportamento em CC de um capacitor.
 
  || Descrever a construção, a finalidade e o funcionamento do capacitor na carga e descarga e conceituar capacitância.<br> Tipos de capacitores. Analisar o comportamento em CC de um capacitor.
 
  || Uso do multímetro como amperímetro.
 
  || Uso do multímetro como amperímetro.
 
  |-
 
  |-
  |14
+
  |15
 
  || Conceituar  capacitância equivalente e analisar associações de capacitores visando o cálculo de capacitâncias, tensões, cargas e energias.
 
  || Conceituar  capacitância equivalente e analisar associações de capacitores visando o cálculo de capacitâncias, tensões, cargas e energias.
 
  || Avaliação em laboratório.
 
  || Avaliação em laboratório.
 
  |-
 
  |-
  |15
+
  |16
 
  || Descrever a construção e o funcionamento do indutor, identificar principais aplicações. <br> Demonstrar a compreensão e aplicar as leis de Faraday e de Lenz. Analisar o comportamento em CC de um indutor.
 
  || Descrever a construção e o funcionamento do indutor, identificar principais aplicações. <br> Demonstrar a compreensão e aplicar as leis de Faraday e de Lenz. Analisar o comportamento em CC de um indutor.
 
  || Experiência capacitor.
 
  || Experiência capacitor.
 
  |-
 
  |-
  |16
+
  |17
 
  || Exercícios de fixação.
 
  || Exercícios de fixação.
 
  || Experiência indutor.
 
  || Experiência indutor.
 
  |-
 
  |-
  |17
+
  |18
 
  || Exercícios de fixação.
 
  || Exercícios de fixação.
|| Projeto.
 
|-
 
|18
 
 
  || Avaliação teórica.
 
  || Avaliação teórica.
|| Projeto
 
 
  |-
 
  |-
 
  |19  
 
  |19  

Edição das 15h29min de 17 de setembro de 2012

Proposta de Organização Curricular

PRIMEIRA FASE

A primeira fase englobará os componentes curriculares:

  • Projeto Integrador I - Uso das redes e sistemas de telecomunicações
  • Matemática para Telecomunicações
  • Eletricidade e Instrumentação (CC)
  • Eletrônica Digital

Sugestão de horários:

Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira
Matemática PI - I Eletricidade (cc) PI - I Digital

Ementas

Projeto Integrador I: Uso das redes e sistemas de telecomunicações - 120h

Introdução e histórico das telecomunicações e da Internet. Uso de serviços e aplicações oferecidos pelas redes de telecomunicações. Conceitos sobre redes de computadores: comutação de pacotes versus comutação de circuitos, redes locais e rede Internet. Instalação de computadores e integração a uma rede local e a Internet. Sistema operacional Linux. Introdução ao sistema telefônico: telefonia fixa e móvel, centrais de comutação, telefonia IP e convergência. Integração de serviços de voz convencionais e VoIP.

Matemática para Telecomunicações - 60h

Matemática para modelar ou resolver problemas sócio econômicos: Operações básicas, percentuais, média, cálculo de área e perímetro, etc

Matemática para modelar ou resolver problemas técnico científico associado a área de telecomunicações: Conjuntos numéricos. Funções: definição, plano cartesiano, domínio e imagem. Tipos de funções e seus gráficos. Trigonometria no triângulo retângulo e no círculo. Funções trigonométricas. Relações trigonométricas. Números complexos. Logaritmos.

Eletricidade e Instrumentação (CC) - 60h

Tensão e corrente contínua. Lei de Ohm. Potência, energia elétrica e eficiência energética. Circuitos elétricos em CC. Associação resistores. Multímetro e medição de tensão, corrente e resistência. Capacitor. Associação de capacitores. Indutor. Leis de Faraday e de Lenz. Comportamento do capacitor e do indutor em CC.

Eletrônica Digital - 60h

Analógico versus Digital. Sistemas de numeração. Funções e portas lógicas. Circuitos combinacionais: codificadores e decodificadores. Circuitos sequênciais: flip-Flop, contadores e registradores de deslocamento. Comunicação serial-paralela. Dispositivos de memórias. O computador digital.

Diários de Bordo

Diário de Bordo PI: PRIMEIRA FASE - Versao 2 (Evandro e Marcelo)

Tema Geral:

Projeto 1: Usar os serviços oferecidos pela rede.

  • Problema: Criar uma aplicação web integrada a um serviço (ex: agenda telefônica VoIP, concentrador de terminais de texto via web, ...).
  • Atividades: Uso de aplicações de rede (web, arquivos, VoIP, ssh), criação de conteúdo (HTML), visualização do tráfego de aplicações (uso de wireshark/tcpdump).
  • Conteúdos: Introdução a redes de computadores (comutação de pacotes, noções de protocolos, endereçamento), aplicações de redes (web, arquivos, voz, video).

Projeto 2: Instalação de computadores e integração à rede.

  • Problema: Inclusão de novos computadores a usarem a rede.
  • Atividades: Instalação de sistemas operacionais (Linux e possivelmente outros), configuração de parâmetros de rede de sistemas operacionais (endereços, rotas, DNS), integração aos serviços existentes na rede (instalação e configuração de softwares relacionados), configuração de acesso via rede sem-fio.
  • Conteúdos: Sistemas operacionais e organização de computadores (incluindo noções de hardware), endereçamento e roteamento estático IPv4, serviços de nomes DNS, introdução a redes locais (estrutura, cabos, conectores, interfaces, switches, taxas de transmissão e alcance). redes sem-fio (estrutura, access points, interfaces e antenas, taxas de transmissão, alcance e qualidade de comunicação).

Projeto 3: Integração de serviços de voz convencionais e VoIP.

  • Problema: Fazer chamadas telefônicas entre terminais VoIP e terminais convencionais.
  • Atividades: Uso de terminais VoIP (softphones, telefone e ATA), uso de telefones convencionais.
  • Conteúdos: Modelo SIP para VoIP, sistema telefônico convencional (anlógico e digital), fluxo dos dados de voz dentro do sistema VoIP (codecs) e dentro da rede telefônica convencional (codificação PCM), centrais telefônicas e PBX VoIP.
Semana Aula 1 Aula 2
1 Apresentação do curso, laboratórios e estrutura do Campus.
Panorama atual das telecomunicações.
Mercado de trabalho das telecomunicações.
Palestrante convidado.
2 Histórico das telecomunicações.
(telégrafo, telefone, rádio, televisão até as redes de computadores).
Visita técnica a empresa de Telecomunicações.
3 Início do Projeto 1: Usar os serviços de comunicação de uma rede de computadores. Acesso a páginas web e uso de softphones VoIP. Explorar essas aplicações para introduzir conceitos sobre organização da rede, comutação de pacotes e modelo cliente-servidor. História da Internet: discussão baseada em um video e material didático na web.
4 Criação de conteúdo para web: introdução a HTML para ilustrar como a informação pode ser representada.
Utilização do ambiente gráfico do Linux e editores de texto.
Publicação da página para visualização com navegador.
Visualização de como conteúdo é transmitido pela rede na forma de pacotes (i.e. encapsulado em mensagens e visualizado com wireshark). Uso de hyperlinks para referenciar outros conteúdos.
5 Criação de agenda telefônica na web: integração da página com softphone VoIP (uso de links SIP). Visualização do tráfego web e VoIP. Conclusão do projeto.
6 Visita a uma instalação de uma rede corporativa. Avaliação do projeto 1 e dos conhecimentos trabalhados.
7 Início do projeto 2: Instalação de computadores e integração à rede.
Apresentação de uma rede local simples com acesso a Internet, incluindo equipamentos necessários (interface de rede, switches ethernet, roteadores, cabeamento e conectores).
Conhecendo o hardware do computador.
Introdução a organização de um computador: hardware, sistema operacional e aplicações.
Explorar o conceito de software.
Enfatizar o papel do sistema operacional para o funcionamento do computador.
Instalação de um sistema operacional.
8 Continuação da instalação do sistema operacional: particionamento de disco, escolha de softwares. Integração do computador à rede: instalação da interface de rede e verificar sua conectividade física, configuração de endereço IP, roteador padrão e cliente DNS de forma manual ou automática (com DHCP).
Teste de conectividade com ping e análise de seus resultados.
Explorar comandos do Linux (navegação na árvore de diretórios, criação de arquivos e diretórios, edição de arquivos).
9 Usar o computador instalado para acessar serviços de rede (web, email, ssh, etc) (Trabalhar em modo texto e gráfico). Usar várias aplicações simultaneamente, evidenciando que o sistema operacional é multitarefa.
Experimentar o uso da rede, medindo sua vazão (iperf, jperf, netperf, ...).
Configurar o computador para usar uma rede sem fio: apresentação de sua estrutura, com um ou mais access point e sua relação com a rede cabeada.
Busca de uma rede (varredura), acesso com autenticação (rede protegida) ou acesso direto (rede aberta), configuração de endereço IP, roteador padrão e cliente DNS manual ou automática.
Medição de vazão nessa rede, comparando-a com a rede cabeada.
10 Apresentar a estrutura da Internet e sua relação com os endereços. Revisar o modelo de comutação por pacotes, comparando-o com o modelo de comutação por circuitos (como a PSTN).
Trabalhar a relação entre DNS e endereços IP.
Investigar a topologia da rede com traceroute e outras ferramentas.
Visão da Internet como rede de redes.
Explorar papel do roteador.
11 Seminário sobre Tecnologias da Informação e Comunicação e o papel do técnico de telecomunicações. Avaliação do projeto 2 e dos conhecimentos trabalhados.
12 Início do projeto 3: Integração de serviços de voz convencionais e VoIP.
Aplicações de voz sobre IP e outras aplicações "streaming" sobre redes de computadores.
Transmissão de voz analógica, digital e via comutação de pacotes. Demonstrações.
13 O sistema telefônico.
Telefonia fixa e móvel, centrais de comutação públicas e privadas.
Telefonia IP e convergência.
O sistema brasileiro de telecomunicações: serviços, operadoras, agências reguladoras.
14
15
16
17
18
19
20
Diário de Bordo Eletricidade e Instrumentação: PRIMEIRA FASE (Alexandre e Pedro Armando)
Semana Aula Teórica Aula Prática
1 Distinguir materiais condutores e isolantes elétricos. Características dos componentes. Resistores e potenciômetros.
2 Conceituar corrente elétrica e identificar os tipos (natureza e regime).
Identificar e conceituar tensão elétrica e resistência. Identificar fontes de tensão e corrente fixas e variáveis.
Múltiplos e submúltiplos do SI. Código de cores de resistores
3 Estabelecer a relação entre a tensão, corrente e resistência com base na lei de Ohm.
Conceituar e calcular potência e energia elétrica.
Matriz de contato. Uso do multímetro como ohmímetro.
4 Conceituar resistência equivalente e analisar associações de resistores, determinando valores de resistências equivalentes. Matriz de contato. Uso do multímetro como ohmímetro.
5 Exercícios de fixação. Avaliação em laboratório.
6 Avaliação teórica. Simulador de circuitos.
7 Divisor de tensão e corrente. Simulador de circuitos.
8 Análise de malhas. Fonte CC. Uso do multímetro como voltímetro.
9 Exercícios de fixação. Uso do multímetro como voltímetro.
10 Análise de nós. Uso do multímetro como voltímetro.
11 Exercícios de fixação. Uso do multímetro como amperímetro.
12 Exercícios de fixação. Uso do multímetro como amperímetro.
13 Avaliação teórica. Uso do multímetro como amperímetro.
14 Descrever a construção, a finalidade e o funcionamento do capacitor na carga e descarga e conceituar capacitância.
Tipos de capacitores. Analisar o comportamento em CC de um capacitor.
Uso do multímetro como amperímetro.
15 Conceituar capacitância equivalente e analisar associações de capacitores visando o cálculo de capacitâncias, tensões, cargas e energias. Avaliação em laboratório.
16 Descrever a construção e o funcionamento do indutor, identificar principais aplicações.
Demonstrar a compreensão e aplicar as leis de Faraday e de Lenz. Analisar o comportamento em CC de um indutor.
Experiência capacitor.
17 Exercícios de fixação. Experiência indutor.
18 Exercícios de fixação. Avaliação teórica.
19 Atividades de recuperação. Atividades de recuperação.
20 Atividades de recuperação. Atividades de recuperação.
Diário de Bordo Eletrônica Digital: PRIMEIRA FASE (Elen Macedo e Evandro Cantu)
Semana Aula Teórica Aula Prática
1 Analógico versus digital - Introdução Analógico versus digital - Vídeos e exemplos
2 Sistemas de numeração (Decimal, Binário e Hexadecimal) Exercícios sobre conversão entre representações numéricas
3 Operações aritméticas em binário (soma e subtração, complemento 2) Exercícios sobre aritmética binária
4 Bits, Nibbles, Bytes, Palavras, múltiplos do Byte (KiB, MiB, GiB,... e KB, MB, GB,...) Código Alfanumérico (ASCII) e sua aplicação no computador digital Prática envolvendo representação de números binários e hexadecimal aplicada a rede de computadores (Endereço MAC, Endereço IPv4 e IPv6)
5 Conceitos de funções e portas lógicas. Prática/Simulação de Portas Lógicas
6 Conceitos de funções e portas lógicas. Prática/Simulação de Portas Lógicas
7 Circuitos lógicos combinacionais (decodificador, display de 7 segmentos) Simulação/Prática com Circuitos combinacionais.
8 Revisão Avaliação
9 Circuitos sequenciais: Flip-flops e latches Simulação/Prática com flip-flops
10 Contadores síncronos e assíncronos. Simulação/Prática com contadores.
11 Análise prática do funcionamento de um relógio digital Análise prática do funcionamento de um relógio digital
12 Registradores de deslocamento Simulação/Prática com registradores de deslocamento
13 Comunicação Serial e Paralela. Simulação/Prática de comunicação serial e paralela
14 Análise do funcionamento da comunicação serial RS232 e USB Prática envolvendo o desempenho da comunicação serial RS232 e USB
15 Revisão Avaliação
16 Dispositivos de memória Simulação/Prática com memórias
17 Arquitetura de um computador pessoal Processador e velocidade de relógio, memória RAM e possibilidade de expansão de memória, disco rígido, interfaces seriais e paralelas.
18 Projeto final...
19
20

SEGUNDA FASE

A Segunda fase englobará os componentes curriculares:

  • Projeto Integrador II - Infraestrutura física para redes de telecomunicações
  • Eletricidade e Instrumentação (CA)
  • Redes de Computadores
  • Princípios de Comunicação


Sugestão de Horários:

Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira
Princípios de Comunicação PI - II Eletricidade (ca) PI - II Redes de Computadores

Ementas

Projeto Integrador II - Infraestrutura de redes de telecomunicações - 120h

Cabeamento estruturado, redes telefônicas, redes de CATV, instalação de radioenlace, eletrotécnica básica.

Eletricidade e Instrumentação (CA) - 60h

Tensão e corrente alternada. Circuitos elétricos em CA. Uso do osciloscópio para análise de circuitos CA. Reatância capacitiva e indutiva. Impedância e associação de impedâncias. Análise CA de circuitos resistivos, RC, RL e RLC. Fator de potência.

Redes de computadores - 60h

Componentes de uma rede de computadores: aplicações, hosts, roteadores, enlaces. Comutação de pacotes. Aplicações de rede: Web, DNS, VoIP. Endereçamento de redes IP e sub-redes. Roteamento estático de redes IP. Protocolos de transporte e portas utilizadas pelas aplicações. Tecnologias de redes locais e seus componentes. Tecnologias de redes sem fio. Enlaces ponto a ponto.

Princípios de Telecomunicações - 60h

Conceitos básicos de sinais. Características de canais de comunicação. Adaptação de sinais para transmissão. Acesso e compartilhamento de meios.

Diários de Bordo

Diário de Bordo - PI: SEGUNDA FASE - Infraestrutura de redes de telecomunicações (Saul)

Objetivos:

  • Conhecer as normas para instalação do cabeamento estruturado;
  • Conhecer os elementos do cabeamento estruturado.
  • Instalar um cabeamento estruturado;
  • Conhecer o padrão da infraestrutura das redes de distribuição telefônica;
  • Conhecer os elementos da rede de distribuição de telefonia.
  • Instalar redes de distribuição de telefonia.
  • Conhecer a infraestrutura de redes HFC
  • Conhecer elementos da rede HFC.
  • Conhecer o funcionamento básica de um enlace de radiotransmissão (antena X comprimento de onda; antena X ganho; atenuação, direcionamento de antes no espaço livre)
  • Instalar um radioenlace
  • Conhecer a norma brasileira para instalações elétricas.
  • Conhecer a função e os tipos de nobreak
  • Instalar a infraestrutura de energia elétrica de uma rede local.

Atividades:

  • Instalação de cabeamento estruturado;
  • Uso da instalação do cabeamento estruturado para rede de computadores, telefonia, sensores e TV;
  • Instalação de rede externa de telefonia;
  • Uso da rede instalada para operação de uma rede telefônica e acesso xDSL;
  • Realizar conexões e emendas em cabos coaxias e fibras ópticas;
  • Dimensionamento de um circuito de alimentação elétrica para um cabeamento estruturado.
  • Instalação do infraestrutura de energia elétrica de uma rede local.

Atividades em 2 dias por semana / 20 semanas por semestre;

Semana Aula 1 Aula 2
1 Apresentação do Projeto Integrador
Diferenciação de redes local e de acesso
Introdução ao cabeamento estruturado.
Elementos do cabeamento estruturado (conhecer a função e manusear blocos, conectores, cabos ...).
2 Elementos do cabeamento estruturado
visão geral do cabeamento (distribuidores, backbones, cabeamento horizontal, área de trabalho
definição da estrutura a ser instalada.
Instalação do cabeamento estruturado.
3 Instalação do cabeamento estruturado. Instalação do cabeamento estruturado.
4 Verificação da instalação e da identificação (testes e relatório)
Instalação das redes locais (computadores, telefonia, sensores, TV).
Instalação das redes locais: entender o funcionamento de switches ethernet (comutação de quadros de acordo com endereço MAC, aprendizado de endereços MAC, cuidados ao conectar switches - ex: evitar loops)
5 Instalação das redes locais Visão geral da rede de distribuição de telefonia
Elementos do cabeamento estruturado (conhecer a função e manusear blocos, conectores, cabos ...)
6 Instalar uma rede de distribuição telefônica. Instalar uma rede de distribuição telefônica.
7 Verificar a instalação da rede de distribuição telefônica
Operar uma central telefônica e uma rede Xdsl integrando com a rede de cabeamento estruturado.
Operar uma central telefônica e uma rede Xdsl integrando com a rede de cabeamento estruturado.
8 Visão geral da fibra óptica ,
cabos e conectores de fibra óptica
interligação de equipamentos com fibra óptica.
Emendas com fibra e instrumentação óptica.
9 Instalar link com fibra óptica
verificar instalação
operar uma rede de telecomunicações no link de fibra
Redes HFC e redes de distribuição de CATV
conhecer e manipular os elementos da rede HFC.
10 Instalar uma rede residêncial de TV a cabo. Visão geral das redes PON (Palestra?)
11 Visão geral da propagação de ondas e ocupação do espectro eletromagnético
Noções básicas e características fundamentais de antenas
Tipos de antenas e suas aplicações.
Aspectos práticos em radiotransmissão: casamento de impedância, cabos e conectores empregados em altas frequências
Realização de conectorização e montagem de um sistema simples de radiotransmissão.
12 Noções de enlaces de rádio
Aspectos de propagação indoor x outdoor
Conexões ponto a ponto e multiponto
Balanço de potência em enlaces de rádio
Alinhamento de antenas
Polarização
Instalação e teste de um enlace de rádio.
13 Implantação de rede local sem-fio: pontos de acesso e integração com rede local cabeada Implantação de rede local sem-fio: sistemas de distribuição (cabeado e sem-fio)
14 Implantação de rede local sem-fio: caracterização de canal sem-fio e impedimentos para a comunicação, uso de antenas direcionais, escolha de canais para pontos de acesso Implantação de rede local sem-fio: posicionamento de pontos de acesso para otimizar cobertura e minimizar interferências
15 Instalação do circuito elétrico para uma estrutura de cabeamento estruturado Nobreak - função, tipos forma de especificação.
16 Especificação de Nobreak.
17 Dimensionamento de circuitos elétricos. Dimensionamento de circuitos elétricos voltados para infraestrutura de redes locais.
18 Projeto de circuito elétrico para uma estrutura de cabeamento estruturado. Projeto de circuito elétrico para uma estrutura de cabeamento estruturado.
19
20 folga para feriados e erros no dimensionamento da carga horária folga para feriados e erros no dimensionamento da carga horária
Diário de Bordo - Eletricidade e Instrumentação: SEGUNDA FASE (Alexandre e Pedro Armando)
    • Problema: xxxxx.
    • Atividades: xxxx .
    • Conteúdos: xxx.
Semana Aula Teórica Aula Prática
1 Identificar gráfica e matematicamente um sinal de tensão ou corrente e determinar seus parâmetros. Simulador de circuitos.
2 Analisar o comportamento do resistor em resposta a uma tensão alternada senoidal. Análise de nós e malhas. Simulador de circuitos.
3 Exercícios de fixação. Osciloscópio (uso CC).
4 Avaliação teórica. Osciloscópio (uso CA) e gerador de funções.
5 Analisar o comportamento em CA de um capacitor. Reatância capacitiva. Osciloscópio (uso CA) e gerador de funções.
6 Analisar o comportamento em CA de um indutor. Reatância indutiva. Osciloscópio (uso CA) e gerador de funções.
7 Conceito de impedância. Avaliação em laboratório.
8 Impedância equivalente e analisar associações de impedâncias. Experiência circuito RC.
9 Exercícios de fixação. Experiência circuito RL.
10 Avaliação teórica. Simulador de circuitos.
11 Analisar circuitos CA, em regime permanente, tipos resistivo, RL, RC e RLC, série, paralelo e misto. Simulador de circuitos.
12 Exercícios de fixação. Simulador de circuitos.
13 Exercícios de fixação. Experiência filtros (?)
14 Compreender o conceito e calcular potência média, em circuitos RLC, em CA. Experiência filtros (?)
15 Compreender o conceito e calcular potência aparente, ativa, reativa e fator de potência em circuitos RLC em CA. Projeto (?)
16 Exercícios de fixação. Projeto (?)
17 Avaliação teórica. Projeto (?)
18 Transformador. Experiência transformador.
19 Atividades de recuperação. Atividades de recuperação.
20 Atividades de recuperação. Atividades de recuperação.
Diário de Bordo - Princípios de Sistemas de Telecomunicações: SEGUNDA FASE (Diego Botelho e Elen Macedo)
Semana Aula Teórica Aula Prática
1 Conceituar os elementos básicos de um sistema de comunicação (Fonte de Informação, Transmissor, Receptor, Usuário de Informação,Sinal). Conceituar sinais analógicos e digitais, discretos e contínuos. Simulação para visualizar os efeitos de um canal de comunicação em um sinal.
2 Noções de espectro de frequência para sinais periódicos e aperiódicos. Simulação: Demonstração do Teorema de Fourier.
3 Conceitos básicos de filtros. Exercícios
4 Simulação/Prática com circuitos. Prática/Simulação com circuitos.
5 Simulação/demonstração de filtragem com sinal de onda quadrada, sinal de voz e música. Simulação/demonstração de filtragem com sinal de onda quadrada, sinal de voz e música.
6 Revisão de conceitos. Avaliação.
7 Características de canais de comunicação (atenuação, banda passante, ruído, capacidade de canal). Exercícios.
8 Simulação para visualizar os efeitos do canal em um sistema de comunicação. Simulação para visualizar os efeitos do canal em um sistema de comunicação.
9 Revisão. Avaliação.
10 Conversão de sinais para transmissão Simulação: visualização da modulação e codificação no domínio do tempo e da frequência.
11 Modulações Analógicas. Simulação: modulações analógicas. Prática com analisador de espectro.
12 Modulações Digitais. Simulação: modulações digitais.
13 Codificação de linha. Simulação: Análise espectral dos efeitos da codificação no sinal.
14 Modulação por código de pulso. Simulação: Visualização das etapas de amostragem, quantização e codificação no domínio do tempo e da frequência.
15 Revisão de conceitos. Exercícios de fixação.
16 Revisão. Avaliação.
17 Técnicas de Multiplexação. Simulação / Prática das técnicas de multiplexação.
18 Técnicas de Acesso ao Meio. Simulação / Prática das técnicas de acesso ao meio.
19 Avaliação. Atividades de recuperação.
20 Atividades de recuperação. Atividades de recuperação.

TERCEIRA FASE

A Terceira fase englobará os componentes curriculares:

  • Projeto Integrador III- Instalação e configuração de equipamentos e sub-sistemas de rede
  • Comunicações Sem Fio
  • Eletrônica
  • Telefonia I
Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira
Comunicações Sem Fio PI - III Eletrônica PI - III Telefonia I

Ementas

Projeto Integrador III - Instalação e configuração de equipamentos e sub-sistemas de rede - 120h

O foco do Projeto Integrador está na infraestrutura de comunicação em rede, incluindo LAN (redes locais) e WAN (comunicação IP), envolvendo a instalação e configuração de equipamentos (como switches, roteadores e modems) e sub-sistemas (redes de acesso, protocolos de roteamento, etc). Também será tratado a instalação de serviços de rede como DNS, DHCP, Firewall, NAT e aspectos de gerência de redes (SNMP), etc.

Eletrônica (Casagrande, Fábio, Pedro Armando, André, Nilton, Jaci, Alexandre, Evandro, Márcio) - 60h

Sinal eletrônico analógico e digital. Componentes eletrônicos, características e aplicações: diodos, transistores e circuitos integrados. Características de amplificadores: ganho, impedância de entrada/saída e banda passante. Análise de blocos de dispositivos: exemplo de um PABX (Neles podem ser estudados transistores, diodos, zeneres, leds, relés, fotoacopladores, dispositivos de proteção). Como funciona uma fonte de alimentação.

Telefonia I - 60h

Conceitos básicos de telefonia (som, rede telefônica), aparelho telefônico, comutação, PABX, conceitos básicos de tráfego telefônico, sinalização associada a canal, sinalização de linha, sinalização de registro.

Comunicações Sem Fio - 60h

Alocação do espectro. Medidas em radiotransmissão. Ondas eletromagnéticas. Antenas. Radioenlaces em visibilidade. Propagação em ambiente móvel celular. Arquitetura de comunicações móveis celulares. Acesso ao meio. Tecnologias de comunicações sem fio.

Diários de Bordo

Diário de Bordo - Comunicações sem fio: TERCEIRA FASE (Diego B., Doniak, André)

Atividades em um dia por semana (divididas em duas aulas de 1:30 h/ 20 semanas por semestre;

Semana Aula 1 Aula 2
1 Apresentação da disciplina, espectro eletromagnético e aspectos regulamentatórios, panorama das comunicações móveis na atualidade, mercado em TMC. Medidas em dB (abordado no projeto integrador da segunda fase).
2 Ondas eletromagnéticas, propagação no espaço livre. Mecanismos/tipos de propagação.
3 Antenas: definições, características/parâmetros básicos. Tipos de antenas e suas aplicações.
4 Aspectos práticos de antenas: escolha da antena, direcionamento, casamento de impedância (dispositivos), conectorização, medidas envolvendo antenas, guias de onda utilizados. Aspectos práticos de antenas: escolha da antena, direcionamento, casamento de impedância (dispositivos), conectorização, medidas envolvendo antenas, guias de onda utilizados.
5 Radioenlaces fixos em visibilidade: enlace ideal, refração atmosférica, raio equivalente da terra, difração, enlace com obstáculos,influência do ruído, considerações práticas para enlaces na faixa de 2 GHz até 3 GHz. Desvanecimentos em enlaces fixos, efeitos do terreno na propagação, alterações por multicaminhos, etc.
6 Radioenlaces fixos em visibilidade: balanço de potência, confiabilidade, técnicas de aumento da confiabilidade. Radioenlaces fixos em visibilidade: estudo de casos.
7 Exercícios Exercícios
8 Revisão. Avaliação.
9 Propagação em ambiente móvel celular: obstáculos, reflexão, refração, difração, multipercurso, desvanecimento rápido. Modelos de propagação: espaço livre, dois raios, Okumura-Hata; aplicativos de predição de campos.
10 Arquitetura do Sistema Móvel Celular: reuso de frequência, (co-)célula, setorização, cluster. Componentes do sistemas celular.
11 Tráfego (Erlang - B), capacidade do sistema, handoff e roaming. Exemplos de redes móveis celulares.
12 Exercícios. Exercícios.
13 Técnicas de acesso ao meio: métodos de acesso. Arquiteturas faixa estreita e faixa larga.
14 FDMA, TDMA, CDMA. FDMA, TDMA, CDMA.
15 Revisão. Avaliação.
16 Tecnologias empregadas em comunicações sem fio: 3G, 4G, Wi-Fi, Wi-Max, ZigBee, Bluetooth, etc. Tecnologias empregadas em comunicações sem fio: 3G, 4G, Wi-Fi, Wi-Max, ZigBee, Bluetooth, etc.
17 Tecnologias empregadas em comunicações sem fio: 3G, 4G, Wi-Fi, Wi-Max, ZigBee, Bluetooth, etc. Tecnologias empregadas em comunicações sem fio: 3G, 4G, Wi-Fi, Wi-Max, ZigBee, Bluetooth, etc.
18 Apresentação de seminário sobre tecnologias de sistemas de comunicação sem fio. Apresentação de seminário sobre tecnologias de sistemas de comunicação sem fio.
19 Reavaliações. Reavaliações.
20 folga para feriados e erros no dimensionamento da carga horária folga para feriados e erros no dimensionamento da carga horária
Diário de Bordo - Telefonia I: TERCEIRA FASE (Fábio)

Atividades em um dia por semana (divididas em duas aulas de 1:30 h/ 20 semanas por semestre;

Semana Aula 1 Aula 2
1 som na telefonia, laboratório incluído. som na telefonia, laboratório incluído.
2 transdutores e modos de comunicação. transdutores e modos de comunicação.
3 redes descentralizadas e centralizadas. Evolução da comutação telefônica. redes descentralizadas e centralizadas. Evolução da comutação telefônica.
4 Central telefônica, rede externa, rede interna, tipos de centrais: local, tandem, trânsito. Central telefônica, rede externa, rede interna, tipos de centrais: local, tandem, trânsito.
5 exercícios. Avaliação 1 - teórica.
6 aparelho telefônico. Sinalização. aparelho telefônico. Sinalização.
7 PABX - arquitetura e serviços. PABX - arquitetura e serviços.
8 Instalação e programação - prática Instalação e programação - prática
9 Instalação e programação - prática Instalação e programação - prática
10 Instalação e programação - prática Instalação e programação - prática
11 avaliação 2 - prática avaliação 2 - prática
12 Conceitos de tráfego: estados de um circuito, volume de tráfego, HMM, Fórmula de Erlang - B. Conceitos de tráfego: estados de um circuito, volume de tráfego, HMM, Fórmula de Erlang - B
13 Dimensionamento de PABX - exercício Dimensionamento de PABX - exercício
14 avaliação 3 - teórica avaliação 3 - teórica
15 Conceito de sinalização associada a canal. Sinalização de linha. sinalização de registro. Conceito de sinalização associada a canal. Sinalização de linha. sinalização de registro.
16 Protocolos de sinalização de linha. Protocolos de sinalização de linha.
17 Protocolos de sinalização de registro. Protocolos de sinalização de registro.
18 Exercícios. Avaliação 4 - teórica. Exercícios. Avaliação 4 - teórica.
19 avaliação avaliação
20 folga para feriados e erros no dimensionamento da carga horária folga para feriados e erros no dimensionamento da carga horária
Diário de Bordo - PI: TERCEIRA FASE - Montagem e teste de equipamentos e sub-sistemas (Ederson e Marcelo)

No projeto integrador desta fase, devem ser estudadas diferentes técnicas para implantação da infraestrutura lógica de uma rede de computadores institucional. O foco do projeto está nas tecnologias de enlace que podem ser selecionadas para estabelecer enlaces entre os equipamentos que compõem uma rede. Inicialmente deve-se criar uma rede semelhante àquela usada no projeto integrador da 1a fase. À medida que o projeto progredir, essa rede deve ser expandida, tornando-se mais complexa e demandando a aplicação de novas técnicas e equipamentos. A construção da rede deve ser gradual, de forma que a cada etapa se consiga identificar um marco do projeto. Cada marco representa um tipo de rede que pode ser construída e tornada plenamente operacional. Por fim, além dos projetos e implantações dessas redes, devem ser estudadas e aplicadas técnicas e procedimentos de monitoramento e diagnóstico para resolução de problemas.


  • Projeto: implantação da infraestrutura lógica de uma rede de computadores.
  • Problema: projetar a infraestrutura lógica de uma rede de computadores institucional, para que fique apta a hospedar servidores, computadores de usuários, e demais dispositivos que a usem para se comunicar e acessar a Internet.
  • Atividades do projeto:
    • Implantar uma rede IP usando uma rede local ethernet
    • Implantar serviços de rede necessários para que equipamentos de usuários se comuniquem por essa rede: DHCP, DNS, NAT, filtro IP, proxy
    • Monitorar uma rede
    • Analisar o tráfego na rede a fim de resolver problemas de comunicação e configuração
    • Usar técnicas de proteção contra loops em uma rede local ethernet
    • Ativar controle de acesso em uma rede local
    • Implantar uma rede local sem-fio
    • Segmentar uma rede IP, subdividindo-a em subredes
      • Implantar as subredes usando redes locais segmentadas fisicamente ou virtualmente
    • Interligar uma rede a Internet ou outras subredes remotas usando enlaces de acesso
    • Configurar roteamento estático
    • Configurar roteamento dinâmico
    • Usar também IPv6 ??

Atividades em 2 dias por semana / 20 semanas por semestre;

Semana Aula 1 Aula 2
1 Etapa 1 do projeto: a implantação de uma rede local semelhante à rede usada no PI da 1a fase. Identificação dos componentes dessa rede: computadores de usuários, roteador, switch ethernet, interfaces de rede, cabos. Endereço de subrede e rota default. Implantação da rede usando um computador como roteador. Serviços da rede: DHCP (cliente e servidor) e DNS (apenas cliente).
2 Serviços da rede: DHCP, DNS, NAT. Conclusão da etapa 1: uso da rede que foi implantada. Utilização de diferentes aplicações (web, VoIP, email). Medições de desempenho da rede: entre computadores da mesma rede, e do acesso para rede externa (Internet). Monitoramento do tráfego para observar características comuns dos pacotes que trafegam pela mesma rede.
3 Análise da rede implantada: entender o funcionamento dos equipamentos envolvidos: switch ethernet, interfaces de rede ethernet, roteador Linux. Realização de experimentos para entender a comutação de quadros feita por um switch ethernet. Acesso à interface de gerência do switch. Diferenciar o switch do roteador Linux. Etapa 2: contratando um link para Internet ou para uma rede remota.
Opção 1: uso de linha dedicada para criar um link ponto-a-ponto. Identificação dos componentes para criar tal link: roteador e sua interface serial, modem digital.
4 Implantação do circuito do link: identificar o meio de transmissão composto por pares metálicos e os modems digitais. Instalar e configurar os modems. Verificar o correto funcionamento do circuito por meio de procedimentos de teste. Implantação do enlace ponto-a-ponto: instalar o roteador, conectando-o ao modem. Identificar os elementos do roteador: interfaces seriais e ethernet. Configurar o roteador, usando a interface de linha de comando (CLI). Escolher um protocolo de enlace ponto-a-ponto (PPP ou HDLC). Testar a ativação do enlace. Usar o enlace ponto-a-ponto para acessar a Internet.
5 Análise do enlace ponto-a-ponto: Medição da vazão obtida no enlace. Discussão sobre o protocolo de enlace ponto-a-ponto. Diagnóstico de problemas no estabelecimento de enlace. Comparação entre o tráfego pela rede ethernet e pelo enlace ponto-a-ponto (encapsulamento feito pelo protocolo de enlace). Opção 2: uso de um link ADSL para criar um link ponto-a-ponto.
6 Implantação e teste do link ADSL. Análise dos protocolos envolvidos. Etapa 3: implantação de uma rede de médio porte. Apresentação do cenário de uma rede de médio porte: quantidade de computadores, classes de usuários e equipamentos que usam a rede, distribuição espacial dos equipamentos. Uso de segmentação para organizar a rede e auxiliar o policiamento de tráfego. Segmentação com redes locais implantadas fisicamente (com equipamentos próprios) e interligadas com roteadores.
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20 folga para feriados e erros no dimensionamento da carga horária folga para feriados e erros no dimensionamento da carga horária

QUARTA FASE

A Quarta fase englobará os componentes curriculares:

  • Projeto Integrador IV - Convergência de redes de telecomunicações
  • Projeto de Infraestrutura de Redes de Telecomunicações
  • Telefonia II
  • Profissional de Telecomunicações
Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira
Projeto de Infraestrutura de Redes PI - IV Profissional de Telecomunicações PI - IV Telefonia II

Ementas

Projeto Integrador IV - Convergência de redes de telecomunicações - 120h

O foco do Projeto Integrador está oferta de serviços ao usuário final e na convergência de serviços de telecomunicações, incluindo a integração dos serviços de telefonia fixa, móvel e VoIP. Na parte de redes de computadores, além do suporte de comunicação para a convergência de serviços, também será tratado a instalação de servidores Web, Email, Telefonia IP, administração de sistemas e usuários, compartilhamento de recursos, etc.

Telefonia II - 60h

Transmissão digital. Comutação digital. Central digital. Redes ópticas.

Projeto de Infraestrutura de Redes de Telecomunicações - 60h

Projetos de infraestrutura de cabeamento estruturado e redes de acesso cabeadas (última milha), projeto assistido por computador (CAD).

Profissional de Telecomunicações - 60h

A profissão do técnico (CREA). Legislação da profissão e do estágio. Segurança do trabalho. Ética e postura profissional. Currículo profissional e entrevista de emprego.

Diários de Bordo

Diário de Bordo - Telefonia II
--Fabiosouza 14h54min de 18 de junho de 2012 (BRT)

Atividades em um dia por semana (divididas em duas aulas de 1:30 h/ 20 semanas por semestre;

Tema geral: administração de sistema operando como central telefônica IP. Problema: Proposta de trabalho:

Observação: falta adequar aos equipamentos Khomp efetivamente doados. --Fabiosouza 14h47min de 17 de setembro de 2012 (BRT)

Semana Aula 1 Aula 2
1 CODEC, PCM30 (E1)- Estrutura do quadro . pré requisito - digitalização da voz. CODEC, PCM30 (E1) - Multiquadro.
2 Redes PDH e SDH: histórico e evolução tecnológica. Quadro síncrono STM-N. Redes SDH: topologias de rede e equipamentos. Comutação digital (comutador temporal).
3 Redes SDH: serviços (mostrar os serviços transportados, circuitos, IP, etc). Proteção em Redes SDH.
4 Exercícios Exercícios
5 Avaliação 1 - teórica Avaliação 1 - teórica
6 Central Digital - PABX: arquitetura, interfaces. . pré requisito - estrutura da rede telefônica. Central Digital - PABX: instalação e configuração link E1.
7 Central Digital - PABX: arquitetura, interfaces. . pré requisito - estrutura da rede telefônica. Central Digital - PABX: instalação e configuração link E1.
8 PABX IP: interfaces com a rede de circuitos. PABX IP: conexão com link E1 (K1E1-300E Khomp/)
9 PABX IP: interfaces com a rede de circuitos. PABX IP: conexão com link E1 (K1E1-300E Khomp/)
10 PABX IP: Interface FXS (KFXS Khomp?) PABX IP: Interface FXO (KFXO Khomp?)
11 PABX IP: interface GSM (KGSM-40 Khomp?) Exercícios.
12 Elementos de uma comunicação óptica . pré requisito - transmissão da luz em fibras ópticas. Relação atenuação x comprimento de onda, janelas de transmissão cálculo de atenuação de um link é necessário ensinar?
13 WDM (CWDM, DWDM) componentes ópticos (divisores, multiplexadores, moduladores e switch ópticos)
14 Redes WDM: topologias de rede e equipamentos (amplificador e regenerador óptico) exercícios
15 Redes WDM: topologias de rede e equipamentos exercícios
16 avaliação avaliação
17 Giga ethernet Giga ethernet
18 visita gerencia de rede visita gerência de rede
19 folga para feriados e erros no dimensionamento da carga horária folga para feriados e erros no dimensionamento da carga horária
20 folga para feriados e erros no dimensionamento da carga horária folga para feriados e erros no dimensionamento da carga horária
Diário de Bordo - Projeto de Infraestrutura de telecomunicações
--

Atividades em um dia por semana (divididas em duas aulas de 1:30 h/ 20 semanas por semestre;

Observação: falta adaptar para o esquipamentos Khomp que efetivamente serão doados.--Fabiosouza 14h44min de 17 de setembro de 2012 (BRT)
Semana Aula 1 Aula 2
1 Visão geral dos subsistemas do cabeamento estruturado iniciação a CAD
2 dimensionamento de áreas de trabalho, características de edifícios abertos, dimensionamento de backbone iniciação a CAD
3 representação de cabeamento estruturado em planta baixa desenho da planta baixa no CAD
4 desenho da planta baixa no CAD definição do projeto de cabeamento estruturado
5 projeto de cabeamento estruturado - planta baixa projeto de cabeamento estruturado - planta baixa
6 projeto de cabeamento estruturado - planta baixa projeto de cabeamento estruturado - planta baixa
7 projeto de cabeamento estruturado - diagrama do backbone projeto de cabeamento estruturado - vista frontal do armário
8 projeto de cabeamento estruturado - lista de material projeto de cabeamento estruturado - lista de material
9 finalização do projeto de cabeamento estruturado visão geral da rede de distribuição de telefonia
10 exercício de definição de seções de serviço exercício de distribuição de cabos
11 projeto rede aérea de telefonia projeto rede aérea de telefonia
12 projeto rede aérea de telefonia projeto rede aérea de telefonia
13 projeto rede aérea de telefonia projeto rede aérea de telefonia
14 projeto canalização projeto rede de distribuição primária
15 projeto rede de distribuição primária mapa chave da rede telefônica
16 rede de CATV cálculo de atenuação em rede de CATV
17 projeto de CATV - distribuição projeto de CATV - distribuição
18 rede PON projeto de rede PON
19 folga para feriados e erros no dimensionamento da carga horária folga para feriados e erros no dimensionamento da carga horária
20 folga para feriados e erros no dimensionamento da carga horária folga para feriados e erros no dimensionamento da carga horária
Diário de Bordo - PI Quarta Fase

Conhecimentos sobre Telefonia IP para tratar no PI

<graphviz>

digraph VoIP {

subgraph clusterIP
{
 label="Redes"
 IP
 SIP
 DNS
 SDP
 RTP
}
DNS -> SIP
Tarifação -> "Telefonia IP"
VoIP -> "Telefonia IP"
SIP -> VoIP
SDP -> VoIP
RTP -> VoIP
IP -> SIP
IP -> SDP
IP -> RTP
Binário -> IP
Codec -> SDP
Modulação -> Codec
Sinais -> Modulação
Criptografia -> SIP 
Segurança -> Criptografia
QoS -> RTP
"Plano de Numeração" -> Tarifação
"Telefonia IP" -> Asterisk
Sinalização -> SIP

}

</graphviz>


Atividades em dois dias por semana (divididas em duas aulas de 1:30 h/ 20 semanas por semestre;

Semana Aula 1 Aula 2
1 Proposta do problema: convergência: cenário-problema. Proposta do problema: convergência: cenário-problema.
2 S.O.: administração de sistemas. S.O.: administração de sistemas.
3 Serviços: Compartilhamento (SMB/CIFS e HTTP). Serviços: Compartilhamento (SMB/CIFS e HTTP).
4 Serviços: Compartilhamento (HTTP e DHTML). Serviços: Compartilhamento (HTTP e DHTML).
5 Serviços: Comunicação (SMTP e IMAP). Serviços: Comunicação (SMTP e IMAP).
6 Serviços: Comunicação (SoftPBX). Serviços: Comunicação (SoftPBX).
7 Serviços: Comunicação (SoftPBX). Serviços: Comunicação (SoftPBX).
8 Serviços: Comunicação (SoftPBX e hardware). Serviços: Comunicação (SoftPBX e hardware).
9 Serviços: Comunicação (SoftPBX, hardware e tipos de sinalização). Serviços: Comunicação (SoftPBX, hardware e tipos de sinalização).
10 Serviços: Comunicação (protocolos de VoIP). Serviços: Comunicação (protocolos de VoIP).
11 Serviços: Comunicação (protocolos de VoIP). Serviços: Comunicação (protocolos de VoIP).
12 Gerência de rede: monitoramento. Gerência de rede: monitoramento.
13 Gerência de rede: contabilização. Gerência de rede: contabilização.
14 Convergência: plano de numeração. Convergência: plano de numeração.
15 Convergência: serviços (conferência, DISA). Convergência: serviços (conferência, DISA).
16 Convergência: mensagens unificadas. Convergência: mensagens unificadas.
17 Convergência: tarifação. Convergência: tarifação.
18 Projeto: documentação final e apresentação. Projeto: documentação final e apresentação.
19 Folga para feriados e erros no dimensionamento da carga horária. Folga para feriados e erros no dimensionamento da carga horária.
20 Folga para feriados e erros no dimensionamento da carga horária. Folga para feriados e erros no dimensionamento da carga horária.

FIM DA PÁGINA

retornar para GT Reestruturação