OpenStack IFSC

De MediaWiki do Campus São José
Revisão de 16h36min de 20 de novembro de 2014 por Jeneffer.f (discussão | contribs) (Ensino: Jeneffer Farias)
Ir para: navegação, pesquisa

Como acessar as máquinas virtuais: Acesso ao IFSC-CLOUD.

Ferramentas


Projetos

Pesquisa: Maria Fernanda Tutui

24/10: serviço Neutron

Estudo sobre o serviço Neutron, suas potencialidades e limitações.

Ensino: Jeneffer Farias

24/10: cursos presenciais ou remotos de OpenStack para usuário final
  • Que cursos já são oferecidos para utilizar o OpenStack, seja a partir da CLI ou de interface Web?

Durante a pesquisa foi possível observar que existem algumas, poucas, empresas que oferecem cursos de capacitação em OpenStack. A maioria dos cursos são de nível iniciante. Abaixo, segue alguns dos tópicos abordados no curso oferecido pela empresa Dualtec. Com base nesses tópicos iremos dar início a estrutura do nosso curso de capacitação.

Cloud

  • Da virtualização ao Cloud Computing
  • Casos de uso
  • Projeto OpenStack: Visão Geral

Arquitetura de um ambiente OpenStack

  • Visão geral da arquitetura

Serviços OpenStack

  • Visão Geral
  • Keystone
  • Glance
  • Quantum
  • Heat
  • Telemeteria
14/11: ementa do curso

Palestra

De cunho motivacional (para convidar as pessoas a participar dos cursos), a ser apresentada no início do próximo semestre, na primeira semana de aula.


Introdução

O projeto IFSC nas nuvens: projeto guarda-chuva

  • Uso de parque ocioso: equipamentos de médio a alto poder de processamento nos terminais ociosos.
  • Controle dinâmico de processamento das máquinas ociosas (movimentação a quente, ou live migration, de máquinas virtuais).
  • Rede de desenho dinâmico, seja usando configuração dinâmica (por exemplo com VLANs) ou SDN (software-defined network).
  • Infraestrutura: camadas Física a Rede
  • Laboratórios virtuais: TCC, aula de ICO, Matlab e Quartus em aula, Multisim
  • m-Learning: ubiquidade, mobilidade, formatos para dispositivos móveis

Virtualização

  • Sistemas computacionais: virtualização plena (todo o hardware é virtualizado, roda qualquer SO), paravirtualização (o SO virtualiza parte e compartilha o kernel), virtualização intra-SO (aplicação que tem ambiente isolado dentro do SO), hipervisores.
  • Redes de computadores
  • Quem precisa de virtualização? Hardware virtual, imagem (modelo) e snapshot para replicação.
  • Computação em nuvem
  • IaaS (infrastructure-as-a-Service), PaaS (Platform-as-aService) e SaaS (Software-as-aService)
  • Nuvens públicas: qualquer um entra, e paga pelo recurso
   Amazon AWS (IaaS e PaaS)
   Microsoft Azure (IaaS e PaaS)
   Google Cloud Platform (IaaS e PaaS) 
   Rackspace  
   Heroku
  • Nuvens privadas: acesso restrito, direito ao recurso
  VMWare vCloud (IaaS e PaaS)
  OpenStack (IaaS)





Pesquisa: balanceamento de carga progressivo

Imagens disponibilizadas de sistemas operacionais completos


A Rede

<graphviz>

graph OpenStack {

rankdir=LR
CiscoASA5510 [shape=record,label="<a>Cisco ASA 5510|<1>1"]
Cisco3560 [shape=record,label="<a>Cisco 3560|<5>5|<6>6|<13>13|<14>14|<24>24"]
DLink [shape=record,label="<a>Pilha: 2 x D-Link|<123>1:23|<01>2:01|<10>2:10|<11>2:11|<13>2:13|<19>2:19|<21>2:21|<223>2:23"]
subgraph clusterTron {
 label="Tron"
 vmnic0 [shape=record]
 vmnic1 [shape=record]
 vSwitch [shape=record,label="<a>vSwitch|<101>vlan101|<448>vlan448|<449>vlan449"]
 Roteador [shape=record,label="<a>Roteador|<0>eth0|<1>eth1|<2>eth2"]
}
openstack0 [shape=record,label="<a>openstack0|<0>em1|<1>p5p1"]
openstack1 [shape=record,label="<a>openstack1|<0>em1|<1>p5p1"]
openstack2 [shape=record,label="<a>openstack2|<0>em1|<1>p5p1"]
CiscoASA5510:1 -- Cisco3560:24 [color=blue,fontcolor=blue,label="101"]
Cisco3560:5 -- vmnic0 [color=brown,fontcolor=brown,label="101,448*,449*"]
Cisco3560:6 -- vmnic1 [color=brown,fontcolor=brown,label="101,448*,449*"]
Cisco3560:13 -- DLink:123 [color=brown,fontcolor=brown,label="101,448*,449*"]
Cisco3560:14 -- DLink:223 [color=brown,fontcolor=brown,label="101,448*,449*"]
vSwitch:101 -- Roteador:0 [color=blue,fontcolor=blue,label="101"]
vSwitch:449 -- Roteador:1 [color=red,fontcolor=red,label="449"]
vSwitch:448 -- Roteador:2 [color=darkgreen,fontcolor=darkgreen,label="448"]
DLink:01 -- openstack0:0 [color=red,fontcolor=red,label="449*,450**,451**,452**"]
DLink:11 -- openstack0:1 [color=darkgreen,fontcolor=darkgreen,label="448"]
DLink:10 -- openstack1:0 [color=red,fontcolor=red,label="449*,450**,451**,452**"]
DLink:13 -- openstack1:1 [color=darkgreen,fontcolor=darkgreen,label="448"]
DLink:19 -- openstack2:0 [color=red,fontcolor=red,label="449*,450**,451**,452**"]
DLink:21 -- openstack2:1 [color=darkgreen,fontcolor=darkgreen,label="448"]

}

</graphviz>

VLANs:

  • 101: acesso, endereços públicos (200.135.233.252/30).
  • 448: VMs, endereços públicos (200.135.233.0/25).
  • 449: acesso remoto a virtualizadores, endereços públicos (200.135.233.192/28).
  • 450: gerência interna da nuvem, endereços privados (RFC 1918 e RFC 4193).
  • 451: sistema de arquivos distribuído, endereços privados.
  • 452: interface de tunelamento entre serviços de processamento e de rede da nuvem, endereços privados.

Obs.:

  • O asterisco (*) indica tráfego com etiqueta 802.1q.
  • O duplo asterisco (**) indica tráfego com etiqueta 802.1 e interno do ambiente (switch e virtualizadores).