Mudanças entre as edições de "Análise de desempenho de técnicas MIMO no sistema LTE"

De MediaWiki do Campus São José
Ir para: navegação, pesquisa
(New page: == '''Justificativa''' == teste == '''Objetivos''' == teste)
 
Linha 1: Linha 1:
== '''Justificativa''' ==
+
== '''Motivação''' ==
 +
A telefonia celular é uma das vertentes nas telecomunicações que mais sofreu avanços ao
 +
longo do tempo. A evolução cronológica entre os sistemas 1G, 2G, 2.5G, 3G e 4G (ALENCAR,
 +
2004), (LESCUYER; LUCIDARME, 2008) propiciaram melhorias consideráveis aos
 +
usuários, que agora podem dispor de diferentes aplicaçoes e principalmente taxas de transmissões mais elevadas. O que permitiu este desenvolvimento foi o emprego de diferentes
 +
técnicas de modulações, aumento da largura de faixa, novos algoritmos de gerenciamento de
 +
recursos de rádio, além da mudança conceitual e de arquitetura entre os sistemas. A arquitetura
 +
para redes celulares de 4a geração visa principalmente a integração entre o núcleo de comutação
 +
de circuitos com o núcleo de comutação de pacotes em um único núcleo da rede, sendo este novo
 +
conceito chamado de Evolução do Núcleo de Pacotes - Evolved Packet Core (EPC) conforme
 +
estudado em (LESCUYER; LUCIDARME, 2008), (DAHLMAN et al., 2007). A ideia principal
 +
é unificar dados e voz num único núcleo da rede totalmente baseada em pacotes, mantendo
 +
ainda a interoperabilidade com redes de diferentes padrões utilizando-se de novos elementos de
 +
rede, tais como o Subsistema Multimídia baseado em IP - IP Multimedia Subsystem (IMS) e
 +
novos protocolos, como por exemplo o Protocolo de Inicialização de Sessão - Session Initiation
 +
Protocol (SIP).
  
 +
== '''Objetivos Específicos''' ==
  
teste
+
Diante do cenário de constante evolução da telefonia móvel, este trabalho de conclusão de curso tem como objetivos
 +
específicos o estudo do sistema de 4a geração denominado Evolução a Longo Prazo -
 +
Long Term Evolution (LTE) (LESCUYER; LUCIDARME, 2008), (DAHLMAN et al., 2007),
 +
(FAZEL; KAISER, 2008), onde foi abordado o estudo sobre os elementos que compõem a
 +
arquitetura e interface de rádio, contemplando as camadas e sub-camadas de protocolos até a
 +
descrição da camada física. Também foram abordadas as técnicas de múltiplas antenas (MIMO)
 +
Alamouti (LESCUYER; LUCIDARME, 2008), (VUCETIC; YUAN, 2003) e Multiplexação
 +
Espacial (DAHLMAN et al., 2007) e a técnica OFDM (Orthogonal Frequency Division Multiplexing)
 +
(GOLDSMITH, 2005), essenciais para o sistema LTE obter taxas elevadas de transmissão
  
== '''Objetivos''' ==
+
Após estes estudos foi apresentado um simulador de enlace genérico, desenvolvido
 
+
para verificar o desempenho de algumas técnicas utilizadas na camada física do sistema LTE.
teste
+
Como as técnicas de transmissão usadas no LTE são comuns a outros sistemas de comunicação
 +
sem fio, o simulador foi desenvolvido de forma genérica, podendo ter seus parâmetros facilmente
 +
alterados para verificar o desempenho de outros sistemas. As simulações foram realizadas
 +
com o objetivo de mostrar a flexibilidade do programa para diversos cenários e analisar
 +
características da camada física do sistema LTE, tais como largura de banda das subportadoras,
 +
período do símbolo e modulações do enlace direto foram consideradas com o objetivo de
 +
aproximar o cenário às normas técnicas estabelecidas na camada física do sistema.

Edição das 20h31min de 13 de outubro de 2009

Motivação

A telefonia celular é uma das vertentes nas telecomunicações que mais sofreu avanços ao longo do tempo. A evolução cronológica entre os sistemas 1G, 2G, 2.5G, 3G e 4G (ALENCAR, 2004), (LESCUYER; LUCIDARME, 2008) propiciaram melhorias consideráveis aos usuários, que agora podem dispor de diferentes aplicaçoes e principalmente taxas de transmissões mais elevadas. O que permitiu este desenvolvimento foi o emprego de diferentes técnicas de modulações, aumento da largura de faixa, novos algoritmos de gerenciamento de recursos de rádio, além da mudança conceitual e de arquitetura entre os sistemas. A arquitetura para redes celulares de 4a geração visa principalmente a integração entre o núcleo de comutação de circuitos com o núcleo de comutação de pacotes em um único núcleo da rede, sendo este novo conceito chamado de Evolução do Núcleo de Pacotes - Evolved Packet Core (EPC) conforme estudado em (LESCUYER; LUCIDARME, 2008), (DAHLMAN et al., 2007). A ideia principal é unificar dados e voz num único núcleo da rede totalmente baseada em pacotes, mantendo ainda a interoperabilidade com redes de diferentes padrões utilizando-se de novos elementos de rede, tais como o Subsistema Multimídia baseado em IP - IP Multimedia Subsystem (IMS) e novos protocolos, como por exemplo o Protocolo de Inicialização de Sessão - Session Initiation Protocol (SIP).

Objetivos Específicos

Diante do cenário de constante evolução da telefonia móvel, este trabalho de conclusão de curso tem como objetivos específicos o estudo do sistema de 4a geração denominado Evolução a Longo Prazo - Long Term Evolution (LTE) (LESCUYER; LUCIDARME, 2008), (DAHLMAN et al., 2007), (FAZEL; KAISER, 2008), onde foi abordado o estudo sobre os elementos que compõem a arquitetura e interface de rádio, contemplando as camadas e sub-camadas de protocolos até a descrição da camada física. Também foram abordadas as técnicas de múltiplas antenas (MIMO) Alamouti (LESCUYER; LUCIDARME, 2008), (VUCETIC; YUAN, 2003) e Multiplexação Espacial (DAHLMAN et al., 2007) e a técnica OFDM (Orthogonal Frequency Division Multiplexing) (GOLDSMITH, 2005), essenciais para o sistema LTE obter taxas elevadas de transmissão

Após estes estudos foi apresentado um simulador de enlace genérico, desenvolvido para verificar o desempenho de algumas técnicas utilizadas na camada física do sistema LTE. Como as técnicas de transmissão usadas no LTE são comuns a outros sistemas de comunicação sem fio, o simulador foi desenvolvido de forma genérica, podendo ter seus parâmetros facilmente alterados para verificar o desempenho de outros sistemas. As simulações foram realizadas com o objetivo de mostrar a flexibilidade do programa para diversos cenários e analisar características da camada física do sistema LTE, tais como largura de banda das subportadoras, período do símbolo e modulações do enlace direto foram consideradas com o objetivo de aproximar o cenário às normas técnicas estabelecidas na camada física do sistema.