AVALIAÇÃO NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS: EM DEFESA DA NÃO HOMOGENEIZAÇÃO DAS DIFERENÇAS

De MediaWiki do Campus São José
Revisão de 14h15min de 5 de maio de 2014 por Janete.bromer (discussão | contribs) (Criou página com ''''Autor:''' Pâmela de Almeida '''Resumo:''' O presente trabalho tem como tema avaliação na educação de jovens e adultos (EJA), já que estes têm suas trajetórias escol...')
(dif) ← Edição anterior | Revisão atual (dif) | Versão posterior → (dif)
Ir para: navegação, pesquisa

Autor:

Pâmela de Almeida

Resumo:

O presente trabalho tem como tema avaliação na educação de jovens e adultos (EJA), já que estes têm suas trajetórias escolares e diferenças ignoradas. Para caminhar nessa direção elegeu-se como objetivo refletir sobre o processo avaliativo na EJA tomando como ponto de partida as memórias dos alunos sobre a avaliação. A presente pesquisa foi realizada numa escola localizada na cidade de São José, com doze (12) alunos de nono ano do ensino fundamental e doze (12) do primeiro ano do ensino médio. Como alternativa metodológica foram solicitadas três tarefas aos alunos: trazer um objeto ou uma foto que fosse muito importante para eles, cujo objetivo era estabelecer uma maior aproximação entre aluno e pesquisadora; escrever suas memórias e por último representar, representar através de um desenho o que significa para eles a avaliação. A partir da análise dos dados foi possível perceber que a avaliação não é mais um “bicho-de-sete-cabeças” para eles mas ainda persiste uma grande preocupação com a nota atribuída, porque atrelada a ela encontra-se um processo de autoavaliação marcado por uma trajetória escolar e pessoal cheia de idas e vindas.

Palavras Chave:

Avaliação. Educação de Jovens e Adultos (EJA). Representação de avaliação. Jovens e adultos.

Arquivos

Monografia: Monografia.pdf