PR1022804 2020 2 AULA05

De MediaWiki do Campus São José
Ir para: navegação, pesquisa

Estruturas de Decisão

Estruturas de decisão são utilizado em linguagens de programação modernas para verificar um comando e efetuar decisão sobre o mesmo. Em linguagem C podemos usar estruturas if – else e também switch – case' para construir o código equivalente.


Objetivos

  • Utilizar os operadores relacionais e lógicos na programação C.
  • Utilizar o comando de decisão if – else.
  • Comando switch – case.
  • Conhecer o tipo char.

Operadores Relacionais e Lógicos

Os operadores relacionais e lógicos são os mesmos vistos na aula anterior.

Relacionais
Operador Significado Exemplo
> maior que A > B
>= maior ou igual que A >= -1
< menor que B < 2
<= menor ou igual que A <= B
== igual a B == 0
!= diferente de B != A


Lógicos
Operador Significado Exemplo
&& AND (E) (A<B) && (B!=0)
|| OR (OU) (B>1)||(A==0)
! NOT (NÃO) !(A<=B)
* Atenção para o uso dos parênteses.

Ver Operadores Relacionais e Lógicos

Comandos de decisão if() e if() – else

Estes comandos são também chamados de Comandos de controle de fluxo.
Possibilitam ao programador alterar a sequência de execução de um programa.

O comando if representa uma tomada de decisão do tipo "SE isto ENTÃO aquilo".

Sua forma geral é:

if (condição) declaração;

if (condição){
   declaração1;  
   declaração2;
}
else {
   declaração3;
   declaração4;
}


Fig037 MCO018703.jpg

Figura 1 - Controle de Fluxo com os comandos if e if...else.


Note o uso das chaves sempre que houver mais de uma declaração.

 
#include <stdio.h>

main()
{
 
  int x; /* declaração de uma variável inteira */
  int y;  /* declaração de uma variável inteira */

  printf ("Entre com o valor de x ");
  scanf("%d",&x);

  printf ("Entre com o valor de y ");
  scanf("%d",&y);

  if (y>x)
     printf("MSG1:y é maior que x\n");


  if (y>x)
     printf("MSG2:y é maior que x\n");
  else
     printf("MSG3:y é igual ou menor que x\n");
 
}

Outro exemplo, usando blocos:

 
#include <stdio.h>

main()
{
 
  int x,y,z; /* declaração de uma variável inteira */

  printf ("Entre com o valor de x ");
  scanf("%d",&x);

  printf ("Entre com o valor de y ");
  scanf("%d",&y);

  if (y>x) 
  {
     printf("MSG1: y é maior que x\n");
     z = y-x;
     printf("MSG2: Neste caso z =  %d\n", z);
  } 
  else 
  {
     printf("MSG3: y é igual ou menor que x\n");
     z = x-y;
     printf("MSG4: Neste caso z =  %d\n", z);
  }
 
}

No C, qualquer expressão que resulta em 0 é considerada FALSA e qualquer expressão com valor diferente de 0 é VERDADEIRA.

Exemplo:

  if (2)
      printf("expressão sempre VERDADEIRA");
  if ('2')
      printf("expressão sempre VERDADEIRA");      
  if (1-1)
      printf("expressão sempre FALSA");
  if (x=1) /* um erro comum - sinal de atribuição no lugar de == */
      printf("expressão sempre VERDADEIRA");
Indentação

Indentação Estilos

Comando switch – case

O comando switch permite controlar o fluxo de um programa de forma condicional.
O comando testa uma expressão que deve resultar em um número inteiro.
Uma sequência de cláusulas case permite executar um conjunto de instruções
conforme o valor da expressão.

  • É uma forma de reduzir a complexidade de vários if … else encadeados.
  • É muito utilizado em estruturas de menu.
Pseudocódigo

Em português estruturado o comando escolha…caso equivale ao switch…case

Veja estrutura escolha … caso

Escolha (Variável)
Inicio
   Caso (Valor1): 
      Instruções;
   
   Caso (Valor2): 
     Instruções;
   
   Caso (ValorN): 
     Instruções;
Fim;

Sintaxe do comando switch case em linguagem C

switch (variável)
{
   case constante1:
     Instruções;
   break;

   case constante2:
     Instruções;
   break;

   default
     Instruções;
}

Note que esta sequência de instruções pode ser interrompida por um break.

#include <stdio.h>
 
int x=1;
 
main ()
{
  int opcao;
  printf("Entre com uma opção (número inteiro)\n");
  scanf ("%d",&opcao);
  switch(opcao) {
  case 1:
          printf("opcao 1\n");
          break; /* o break força o encerramento da instrução*/
  case 2:
          printf("opcao 2\n");
          x++;  /* instrução demonstrativa apenas */
          printf("Note que pode existir ums lista de instruções\n");
          break;
  case 3:
          printf("opcao 3\n"); /* note o efeito de não ter o break */
  case 4:
          printf("opcao 4\n");
          break;
  case 5:
          printf("opcao 5\n");
          break;
  default:
          printf("opcao default\n");
          break;    /* a opção default é opcional */
  }
}


Fig038 MCO018703.jpg

Figura 2 - Controle de Fluxo usando os comandos if( )...else if( ) e switch...case.


Exemplo 1

Implementar um programa de calculadora onde são fornecidos via scanf dois
operandos reais e uma operação que pode ser uma das 4 operações.
Com auxílio de um switch deve ser computado e mostrado o resultado da operação.
Solução:

#include <stdio.h>
 
 
main ()
{
  float operando1, operando2, res;
  char operador;
 
  printf("Entre com operando 1\n");
  scanf ("%f",&operando1);
  printf("Entre com operando 2\n");
  scanf ("%f",&operando2);  
  printf("Entre com operador\n");
  scanf (" %c",&operador);
 
  switch(operador) {
  case '+':
          res = operando1 + operando2;
          printf("Valor da soma = %f\n", res);
          break; 
  case '-':
          res = operando1 - operando2;
          printf("Valor da diferença = %f\n", res);
          break;
  case '*':
 		  res = operando1 * operando2;
          printf("Valor do produto= %f\n", res); 		  
          break;
  case '/':
          if (operando2 != 0) {
 		res = operando1 / operando2;
          	printf("Valor da divisão = %f\n", res);
          } else 
          	printf("Divisão por zero não permitida!\n"); 		  
          break;  
  default:
          printf("Operação inválida!\n");
          break;
  }
}
Exemplo 2

Elaborar uma função que recebe como parâmetro um número inteiro de 1 a 7.
A função deve imprimir Domingo se o número é 1, Segunda se 2, ...
A função deve retornar -1 caso o parâmetro esteja fora da faixa e 0 caso contrário.
Solução:

/* contribuição do aluno Iago */
#include <stdio.h>
 
int operar(int x)
{
  switch(x) {
    case 1:
           printf("Domingo\n");
           break; 
    case 2:
           printf("Segunda\n");
           break;
    case 3:
           printf("Terça\n");
           break;
    case 4:
           printf("Quarta\n");
           break;
    case 5:
           printf("Quinta\n");
           break;
    case 6: 
           printf("Sexta\n");
           break;
    case 7: 
           printf("Sábado\n");
           break;        
    default:
            printf("-1\n");
            return -1; 
    }
    return 0;
} 
 
main()
{
 
 int num;
 printf("Entre com um número:\n");
 scanf("%d",&num);
 num=operar(num);
 printf("%d\n",num); 
 
}
Exercício 1

Um funcionário irá receber um aumento de acordo com o seu plano de trabalho (A,B,C e D).
A tabela abaixo mostra o plano e o percentual de aumento:

Plano Percentual
A 5%
B 10%
C 15%
D 20%

Faça um programa que leia o plano de trabalho e o salário atual de um funcionário
em seguida calcule e imprima o seu novo salário. Use o comando switch.

Exercício 2

Faça um programa que leia um número entre 0 e 10, e escreva este número por extenso.
Use o comando switch.

O switch sem o break

Nos exemplos passados, você viu que somente um dos case era selecionado para cada operação com o uso do break. Se você tirar o break, o switch identifica o case que é igual a 'operacao' e todos os que estão abaixo até o fim, ou até encontrar um novo break.

Execute o exemplo a seguir:

#include <stdio.h>

int main(void)
{
    int continuar=1;
    char opcao;

    while(continuar)
    {
        system("clear || cls");
        printf("Repetir? (S/s)im (N/n)ao\n");
        scanf(" %c",&opcao);
        switch(opcao)
        {
            case 's':
            case 'S':
				break;

            case 'n':
            case 'N':
                continuar = 0;
            }

        }

}

O comando system("clear") serve para limpar a tela em sistemas operacionais do tipo Linux, e system("cls") limpa a tela caso você use Windows. Então system("clear || cls") limpa a tela, independente de qual sistema você esteja usando.

Nota-se que, enquanto continuar=1, o laço WHILE continua a ocorrer e só termina quando 'continuar' receber valor 0. Se digitarmos 's' o primeiro case é selecionado. Como ele não tem break, o próximo também ocorre, que é o case caso opcao='S'. Esse tem break. Ou seja, pra continuar a repetir basta digitar 'S' ou 's'.

Se digitar 'n', vai cair no case onde opcao='n' e onde opcao='N', pois não tem break no opcao='n'. Então, 'continuar' recebe valor 0 e o laço WHILE termina.

Exemplo 1

Suponha que você atrasou uma conta. A cada mês que você deixa de pagar, será cobrado 1% de juros no valor inicial. Ou seja, se você atrasar um mês, irá pagar 1%. Se atrasar 3 meses, irá pagar 3%. Vamos supor que você pode atrasar, no máximo, 5 meses.

O programa pede, como entrada, dois valores: - um float: com o valor de sua dívida inicial (valor_i) - um inteiro: de 0 até 5, que são o número de meses de atraso.

Faça um programa em C que calcule os juros (simples) de atraso usando switch e case acumulados.

Solução
#include <stdio.h>

int main(void)
{
        float valor_i,
              valor_f;
        int   juros=0;

        int meses;

        printf("Qual o valor inicial da dívida: ");
        scanf("%f", &valor_i);

        printf("Você vai atrasar quantos meses [1-5]?: ");
        scanf("%d", &meses);

        switch( meses )
        {
            case 5:
                juros++;
            case 4:
                juros++;
            case 3:
                juros++;
            case 2:
                juros++;
            case 1:
                juros++;
                break;
            default:
                printf("Você não digitou um valor válido de meses\n");

        }
        printf("Juros: %d%\n",juros);
        valor_f=( (1 + (juros/100.0))*valor_i);
        printf("Valor final da dívida: R$ %.2f\n", valor_f);

}

Caso tenha atrasado 5 meses, o valor da variável 'juros' é incrementado 5 vezes. Se atrasou 4 meses, o 'juros' é incrementado 4 vezes, e assim por diante.

Exemplo 2

Crie um programa que receba um inteiro, de 1 até 12, representando os meses do ano e retorne o número de dias do mês. Use switch e não use break. Acumule os case.

Solução
#include <stdio.h>

int main()
{
    while(1)
    {
        int mes,dias=27;
        printf("\nDigite o numero do mes: ");
        scanf("%d",&mes);
        switch (mes)
        {
            case 1:
            case 3:
            case 5:
            case 7:
            case 8:
            case 10:
            case 12: dias++;
            case 4:
            case 6:
            case 9:
            case 11: dias=dias+2;
            case 2: dias++;
        }
        printf("\nMes: %d   Dias: %d",mes,dias);

    }
}

Tipo Char

Os caracteres são um tipo de dado chamado de char. O C trata os caracteres
('a','b','c',...) como sendo variáveis de um byte (8 bits).
Um bit é a menor unidade de informação que pode ser armazenada num
computador. Os inteiros (int) e os reais (float) têm um número de
bytes maior. Podem ter 2 bytes (16 bits), 4 bytes (32 bits) ou
até mais.

Consulte a tabela ASCII

Uma variável do tipo caracter é tratada como um número inteiro e declarada
com o tipo char, que na prática é um número inteiro de byte.

Exemplo 1
#include <stdio.h>
 
main ()
{
  char x='A',y=65,w=0x41,z;
 
  scanf("%c",&z);
  printf("Caracter lido = %c\n",z);
  printf("Caracter lido = %d\n",z);
  printf("Caracter lido = %x\n",z);
  if (z==x)
      printf("Iguais 1\n");
  if (z==y)
      printf("Iguais 2\n");
  if (z==w)
      printf("Iguais 3\n");
}


Limpando sujeira do teclado


Como gerar os caracteres ASCII imprimíveis na Linguagem C
#include <stdio.h>
 
main()
{
    int i;
 
    for (i = 32; i <= 126; i++)
    {
        printf("%c [%d]\n", i, i);
    }
}



Exercícios

Para os exercícios abaixo, fazer o algorítimo na forma de pseudo-código e fluxograma:

  1. Implementar um programa C que converte temperaturas de graus Fahrenheit para Celsius.
  2. Implementar um programa que lê um número inteiro e imprime se o número é par ou ímpar. SUGESTÃO: Usar o operador de módulo da divisão.
  3. Implementar um programa em C para ler dois números inteiros e imprimir uma mensagem indicando se os números lidos são iguais ou diferentes. Caso sejam diferentes, computar a média dos mesmos.
  4. Implementar um programa para ler 4 números inteiros e imprimir uma mensagem se a soma dos dois primeiros for igual ou menor a soma dos dois últimos.
  5. Implementar um programa para ler dois números reais e, na sequência, um número inteiro. Se o número inteiro for 1 os dois números iniciais deverão ser somados, se for 2 eles serão subtraídos, se for 3 eles serão multiplicados e se for 4 serão divididos. Mostrar mensagem de erro se o número inteiro não estiver na faixa de 1 a 4. Mostrar mensagem caso a divisão não seja possível.
  6. Um estudo sobre sensibilidade de pessoas a temperaturas da água identificou que a maioria das pessoas considera fria a água com temperaturas abaixo de 25 graus, morna entre 25 e 30 graus, e quente acima de 30 graus. Escreva um algoritmo na forma de fluxograma que mostre as palavras "fria", "morna" ou "quente" dependendo da temperatura da água que for informada. Implemente o algoritmo na forma de um programa C.
  7. Implementar um programa que recebe três números reais e então o programa testa se estes números podem formar um triângulo EQUILÁTERO, ISÓSCELES, ESCALENO ou NÃO pode ser triângulo. (ver aula anterior).
  8. Implementar um programa C para converter um ângulo em radianos para graus.
  9. Implementar um programa C que recebe os 3 coeficientes de uma equação do segundo grau e então determina as raízes da mesma.




Icone voltar.png Icone menu.png Icone prox.png